Aglomeração: 390 pessoas são abordadas e 44 locais são autuados em Fortaleza pela Agefis - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 9 de junho de 2020

Aglomeração: 390 pessoas são abordadas e 44 locais são autuados em Fortaleza pela Agefis

Ação teve foco no descumprimento das medidas de distanciamento social estabelecidas pelo Governo do Estado

Legenda: Com a reabertura do comércio nesta segunda-feira, a população formou aglomerações em diversos lugares da cidade, desrespeitando as normas de prevenção ao contágio do novo coronavírus
Foto: Fabiane de Paula

Quatro estabelecimentos comerciais foram fechados e 44 pontos de aglomeração foram autuados pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) na última segunda-feira (8), data de início da primeira fase de reabertura dos estabelecimentos comerciais na capital. Os agentes da Agefis abordaram ainda cerca de 390 pessoas no Centro e na Avenida Beira-Mar por descumprimento do decreto de isolamento social. 

O Centro foi a região que mais apresentou violações ao Decreto de Isolamento Social na última segunda-feira (8), de acordo com o diretor de operações da Agefis, Neuvani Vasconcelos. As equipes da Agefis atuaram em pontos estratégicos na regional, como o Parque das Crianças, Praça do Ferreira e as Ruas Guilherme Rocha e Senador Pompeu, onde foi realizada uma abordagem a cerca de 300 pessoas devido ao descumprimento. 

A Agefis também realizou o ordenamento e a orientação de filas nas calçadas de lojas e shoppings, verificadas no primeiro dia de abertura dos estabelecimentos comerciais da capital. Neuvani aponta que o principal problema encontrado pelas equipes de fiscalização nesses locais foi o desrespeito às regras de distanciamento social. 

Shoppings

Cinco shoppings da capital recebem equipes da Agefis a partir desta terça-feira (9), para realizar uma fiscalização conjunta com a administração desses espaços. 

“A partir de hoje nós começamos também um trabalho de orientação nos shoppings da cidade porque ontem verificamos aglomerações de pessoas formando filas nesses locais. A gente trabalha em conjunto tanto com os comércios quanto com os shoppings, vendo que cada caso é um caso e fiscalizando o protocolo de segurança para prevenção de Covid-19”, explica o diretor.

Plano de fiscalização

Um planejamento para reduzir o risco de contaminação de funcionários e clientes em shoppings está sendo desenvolvido pela Superintendência Regional do Trabalho, de acordo com Daniel Arêa, chefe da Fiscalização do Trabalho do Ceará. Outros setores também devem ser fiscalizados com o plano, como supermercados, hospitais e serviços de marketing, que deve ser implementado até o fim de junho. 

A fiscalização dos estabelecimentos comerciais de rua deve ocorrer apenas posteriormente, após a implementação das medidas nos shoppings, segundo Daniel. “O planejamento está sendo por setor. Com a retomada, a gente vai acrescentar atividades que não estavam no planejamento, um deles é o comércio, principalmente shoppings”, conta.

Penalidades

Os descumprimentos das medidas implementadas com a fiscalização pode gerar desde penalidades administrativas à interdição de lojas, afirma Daniel. O chefe da Fiscalização do Trabalho do Ceará explica que essa fiscalização deve ocorrer em parceria entre a administração
dos shoppings e os lojistas para funcionar. 

“A fiscalização dos shoppings deve ser uma ação conjunta da administração com os lojistas, tendo em vista que se um descumprir as regras, vai prejudicar os demais e os trabalhadores também. O shopping é o principal porque é o maior filtro, mas todos devem fazer o controle”, finaliza.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!