Dois homens são detidos durante carreata que pedia fim do isolamento social em Fortaleza - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 18 de abril de 2020

Dois homens são detidos durante carreata que pedia fim do isolamento social em Fortaleza

Dois homens são detidos durante carreata que pedia fim do isolamento social em Fortaleza

Manifestação reuniu apoiadores do presidente Jair Bolsonaro na tarde desta sexta-feira (17), na Praça Portugal, no Bairro Aldeota.

Por Paulo Martins, G1 CE


Com faixas exibindo os dizeres "precisamos trabalhar" e "fora Camilo", manifestantes se reuniram no Bairro Aldeota, em Fortaleza — Foto: Camila Lima/SVM

Dois homens que participavam de uma carreata que pedia o fim do isolamento social no Ceará foram detidos na tarde desta sexta-feira (17), no entorno da Praça Portugal, no Bairro Aldeota, em Fortaleza. A informação foi confirmada pela Polícia Civil do Ceará. Momentos antes, a dupla já havia sido orientada por policiais militares para não se aglomerarem no local. O protesto começou com carreata pelas ruas da capital cearense e, em seguida, os manifestantes se aglomeraram na praça.

Dois homens são detidos por participar de carreata contra isolamento social em Fortaleza

O estado é atualmente um dos mais afetados do país, com mais de 2,7 mil pessoas infectadas e 155 óbitos.


De acordo com a Polícia Civil, os dois homens, com idades de 38 e 48 anos, eram os organizadores da carreata, que descumpre o decreto do governo do Ceará proibindo aglomeração de pessoas devido à pandemia do novo coronavírus .

A manifestação reuniu apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Eles vestiam camisas nas cores verde e amarelo, e alguns tinham o rosto do presidente estampado na blusa. Outros manifestantes tinham carros com adesivos com a frase "precisamos trabalhar", além de mensagens que criticavam o governador Camilo Santana (PT).

Os dois homens detidos foram conduzidos para a sede do 2º Distrito Policial onde foram autuados em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, artigo 268 do Código Penal, com pena prevista de detenção de um mês a um ano, e multa.
Casos de coronavírus no Ceará

Pedido de proibição

O Ministério Público do Ceará (MPCE) e o Ministério Público Federal no Estado (MPF-CE) enviaram recomendação, nesta sexta-feira (17), aos órgãos de segurança pública do estado para que adotem as providências necessárias para evitar carreatas e quaisquer manifestações semelhantes em Fortaleza e outros municípios cearenses. O foco é evitar a proliferação da Covid-19.

A medida considera que indivíduos e organizações têm usado as redes sociais para convocar a população para participar de carreatas contra as medidas de isolamento social.

Caso a recomendação não seja acatada, o Ministério Público pode adotar outras medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis, como o ajuizamento de uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!