Feriadão no Ceará termina trágico com 57 mortos em acidentes e assassinatos - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Feriadão no Ceará termina trágico com 57 mortos em acidentes e assassinatos


 

O fim de semana prolongado pelo feriado da padroeira do Brasil – Nossa Senhora Aparecida – deixou um saldo trágico no Ceará. No intervalo de 96 horas, entre a última sexta-feira (9) e o começo da madrugada desta terça (13), as autoridades registraram, ao menos, 57 mortes de causas violentas, sendo 36 assassinatos e 21 óbitos decorrentes de acidentes de trânsito.  A maioria dos casos ocorreu no interior. Este balanço ainda é parcial.

Além de Fortaleza e sua Região Metropolitana terem registrado juntas nove assassinatos, no Interior do estado, 27 pessoas foram vítimas de homicídios, latrocínios e feminicídios. Houve ainda casos de lesão corporal seguida de óbito e um registro de morte por intervenção policial.

No Interior Norte do Ceará, as autoridades fizeram o registro de 11 homicídios nos seguintes Municípios: Sobral (4 mortos, nos bairros Sinhá Sabóia, Dom José, Centro e no Distrito de Taperuaba), Caridade (duplo), Itarema, Umirim, Trairi, Santa Quitéria e Forquilha.

No Interior Sul do estado, ocorreu o maior número de assassinatos no período do feriadão. Foram, ao menos, 16 crimes, nos seguintes Municípios: Juazeiro do Norte (2), Potiretama (duplo), Crato (2 casos), Quixeramobim (2), São João do Jaguaribe, Quixadá, Jardim, Barbalha, Parambu, Limoeiro do Norte, Brejo Santo e Assaré.

Vinte e uma pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito no Ceará entre a sexta-feira (9) e a madrugada de hoje (13).  Os desastres que provocaram óbitos em condutores e passageiros aconteceram nos seguintes Municípios: Itapipoca (2 óbitos), Quixadá (2), Fortaleza, Eusébio, Jaguaribe, Beberibe, Tianguá, Limoeiro do Norte, Jardim, Crato, Penaforte, Iguatu, Barbalha, Porteiras, Camocim, Orós, Pentecoste, Tabuleiro do Norte e Ubajara.

Das 21 pessoas mortas em acidentes, ao menos, 14 delas eram condutores ou passageiros de motocicletas. As causas mais comuns dos óbitos foram quedas e colisões.


Blog do Fernando Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!