Polícia prende suspeitos de assalto a bancos e apreende mais de R$ 100 mil roubados de agências - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Polícia prende suspeitos de assalto a bancos e apreende mais de R$ 100 mil roubados de agências


A Polícia Civil do Ceará prendeu seis integrantes de uma quadrilha interestadual especializada em roubos a instituições financeiras e apreendeu mais de R$ 100 mil roubados de agências bancárias de Fortaleza. O grupo é investigado há cerca de um ano. As ações foram divulgadas na manhã desta terça-feira (22), em uma coletiva na sede do Complexo de Delegacias Especializadas (Code).

De acordo com o delegado titular da DRF, Rommel Kerth, o grupo estudava a rotina de gerentes e outros funcionários de empresas financeiras, também tinham acesso a informações sobre os familiares das vítimas, depois realizava o sequestro dos alvos para ter acesso às agências.

Cinco homens, além do chefe do grupo, foram presos no Ceará, nas cidades de Fortaleza e Maracanaú, e no estado de Pernambuco. A prisão mais recente aconteceu na última quarta-feira (16), quando os agentes capturaram José Alberto Cazuza de Morais, de 54 anos, vulgo “Paquito”.“A prisão do Paquito foi muito importante para a gente confirmar tudo o que já tinha sido retratado no inquérito, com alguns detalhes que nós precisávamos saber. Consolidando, então, a participação dessa quadrilha e o modus operandis”, afirma Rommel Kerth.

Segundo o delegado, as investigações sobre o grupo iniciaram em 2019, após o sequestro de um gerente de uma empresa de valores ocorrido em outubro do ano passado, no bairro Coaçu, em Fortaleza. Na ocasião, os suspeitos interceptaram o veículo do funcionário, o algemaram e levaram para um cativeiro em Aquiraz. Porém, o plano teve de ser abortado e a vítima foi liberada. A polícia afirma que os criminosos pretendiam fazer um roubo milionário.

Dias após o crime, os criminosos assaltaram uma agência bancária no bairro Pajuçara, em Maracanaú. Vestidos com paletó e gravata, e armados com fuzis, os homens renderam os funcionários no momento em que abririam a agência. Dois homens foram presos depois desse crime.

Prisão do chefe em Pernambuco

Ainda conforme a polícia, o chefe da quadrilha, identificado como Marcos Fernandes Monteiro Marques, vulgo  “Chicó”,  que já possuía um mandado de prisão decretado pela Justiça cearense, em decorrência de ataques a instituições financeiras, foi capturado em Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco. Na ocasião, um comparsa de Marcos também foi detido. Em março deste ano, um outro integrante da quadrilha também foi preso.

Furto em Aratuba

As investigações da polícia apontam, ainda, uma ligação desse grupo com criminosos presos por furto qualificado a uma agência de Aratuba, no interior do Ceará, no último dia 6 de setembro.

Funcionários que trabalham na vigilância de transporte de valores foram presos após furtar cerca de R$ 400 mil da agência. No intuito de despistar a polícia, após o crime, eles contrataram outros criminosos para incendiar o local.

De acordo com delegado geral da Polícia Civil no Ceará, Marcus Rattacaso, até setembro deste ano houve sete ações criminosas contra instituições financeiras no Ceará. Em 2019 e 2018, foram 14 e 41 casos registrados, respectivamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!