Agricultores produzem farinha em "Casa de Farinha" no interior de Pentecoste - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Agricultores produzem farinha em "Casa de Farinha" no interior de Pentecoste

 



A reportagem do Blog Notícias de Pentecoste, esteve no ultimo sábado (26), na comunidade de Serrote Branco zona rural de Pentecoste.


Nossa equipe mostra o trabalho feito por uma família no processo de fabricação na "Casa de Farinha", lugar onde se transforma a mandioca em farinha. Muito popular Nordeste, sua produção é essencialmente artesanal.


Um dos ingredientes mais versáteis da cozinha brasileira, essa raiz nativa também dá origem a diferentes farinhas, caldos e amidos amplamente usados pelo país.  Vem dela, por exemplo, a farinha das tapiocas e beijus, o sagu, a farinha d'água e o polvilho do pão de queijo e biscoito.


Nas casas de farinha as tarefas são divididas, alguns homens eram responsáveis pelo processo de arrancar a mandioca da roça e transportá-la para a casa de farinha. Já as mulheres raspavam os tubérculos e extraiam o amido ou polvilho.


Mas, mais do que um local de fabricação de alimentos, as casas de farinha reforçam os laços de pertencimento e identidade das comunidades que enxergam a importância da produção de mandioca e dessas pequenas fábricas para suas vidas. Especialmente, quando se tratam de populações da zona rural.


As farinhadas celebravam não apenas o resultado final de um dia de trabalho ou um ciclo produtivo, mas também os vínculos familiares na sua execução, já que a produção era feita de modo artesanal, com mão de obra familiar ou com a participação de membros da comunidade.


Deve-se destacar também que a economia de subsistência típicas da comunidade, são comercializado na região como uma fonte de renda familiar.



Por Luan Rodrigues


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!