Operação prende sete suspeitos de participar de 20 assassinatos motivados por briga entre facções criminosas em Fortaleza - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

segunda-feira, 20 de julho de 2020

Operação prende sete suspeitos de participar de 20 assassinatos motivados por briga entre facções criminosas em Fortaleza

As prisões aconteceram nos bairros Dias Macedo e São Miguel. As mortes aconteceram entre os meses de fevereiro e junho.

Por G1 CE



DHPP divulgou resultado de operação contra grupo investigado por homicídios em Fortaleza. — Foto: Darley Melo/Sistema Verdes Mares

Uma operação policial prendeu sete participantes de uma facção criminosa responsáveis por 20 assassinatos em um mesmo bairro de Fortaleza entre fevereiro e julho deste ano. A polícia acredita que os crimes estão ligados à brigas entre facções inimigas. A informação foi repassada pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira durante coletiva na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Bairro de Fátima, em Fortaleza.

Dois homens foram presos no Bairro Dias Macedo e outros cinco no Bairro São Miguel, um deles em flagrante. De acordo com o delegado do DHPP, Leonardo Barreto, o grupo preso é suspeito de praticar os homicídios no Conjunto Santa Filomena, no Bairro Jangurussu.

A polícia investiga se o grupo foi expulso do conjunto, e por vingança, praticou os assassinatos. “Os homicídios aconteceram no Santa Filomena. Há indicativos de que esses indivíduos teriam sido expulsos do Santa Filomena e agora eles estão querendo revidar através de mortes. São indivíduos que já respondem por homicídios, organização criminosa, tráfico ilícito de entorpecentes, dentre outros crimes como também por porte ilegal de arma de fogo”, afirmou.

A polícia afirmou ainda que três homens conseguiram fugir. O homem preso em flagrante fotografou as equipes de segurança e alertou os integrantes da organização criminosa quanto à localização dos policiais civis na região. O grupo ainda responde por 13 inquéritos policiais por homicídios. As investigações seguem com objetivo de prender mais integrantes do grupo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!