Mesmo com proibição, banhistas voltam a se aglomerar na Praia do Futuro neste sábado - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 11 de julho de 2020

Mesmo com proibição, banhistas voltam a se aglomerar na Praia do Futuro neste sábado

Embora Fortaleza esteja avançando nas fases de retomada da economia, aglomerações em ambientes públicos como praças, parques e praias continuam proibidas

Legenda: Além de promover aglomerações, banhistas circulam na praia sem utilizar a máscara de proteção individual
Foto: Marina Alves

Mesmo com as restrições ainda impostas em decreto estadual, muitos banhistas, adultos e crianças, além de ambulantes, voltaram a se aglomerar na extensa faixa de areia da Praia do Futuro, em Fortaleza, na manhã deste sábado (11). 

Ainda que a cidade registre redução nos índices de morte e de casos confirmados da Covid-19, o que a permitiu avançar nas fases de retomada da economia, a utilização de ambientes públicos como praças, parques e praias continua proibida. Exceto em casos de prática e assessoria de atividades físicas individuais ao ar livre.

Além de não manter o distanciamento social recomendado, banhistas foram flagrados pela reportagem sem máscara, prática proibida e passível de multa, conforme lei sancionada pelo governador Camilo Santana nesta sexta-feira (10)
Barracas de praia reabrem a partir de segunda

Alguns ainda levaram guarda-sol e alimentos para aproveitar o dia de sol, tendo em vista que as barracas de praia estão fechadas e poderão voltar a funcionar somente na próxima segunda-feira (13). A informação foi confirmada ontem pelo governador Camilo Santana em uma transmissão pelas redes sociais.

Estabelecimentos do tipo, entretanto, terão que seguir o mesmo horário e protocolos dos restaurantes, com redução da capacidade de funcionamento para 50%. O atendimento ao público deve ocorrer somente entre 11h e 16h.

As barracas ainda deverão tomar todas as medidas sanitárias estabelecidas, como disponibilizar álcool em gel aos consumidores e funcionários, garantir o distanciamento mínimo de 2 a 3 metros entre as mesas, ampliar o número de pias para lavagem das mãos e exigir o uso obrigatório de máscaras por todos.

A reabertura das barracas de praia havia sido adiada na semana passada, diante de leve piora nos indicadores de saúde ligados à pandemia do novo coronavírus.

Mesmo após a retomada do funcionamento, os banhistas não poderão se aglomerar na faixa de areia das praias.

Fonte Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!