Novos 1.373 casos são registrados; Sesa diz que dados estavam represados - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 17 de novembro de 2020

Novos 1.373 casos são registrados; Sesa diz que dados estavam represados

Pelo segundo dia consecutivo, mais de mil casos de Covid-19 foram registrados no Ceará. Entre domingo, 15, e segunda, 16, foram 1.373 novos casos adicionados ao IntegraSus, plataforma da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Já de sábado, 14, para domingo, o incremento tinha sido de 1.093 novos diagnósticos. A pasta atribui o incremento à liberação de exames que aguardavam análise.

Ao todo, o Estado conta com 286.674 confirmações para a doença causada pelo coronavírus. Outros 40.837 casos ainda estão em investigação. Já o número de óbitos em decorrência da Covid-19 chegou, nesta segunda-feira, a 9.443 — um incremento de quatro mortes em relação à véspera. Segundo informações do IntegraSus, dois desses óbitos confirmados ocorreram nas 24 horas anteriores ao registro na plataforma da Sesa. A taxa de letalidade, no Estado, é de 3,3%. Esse indicador aponta a quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação aos infectados por ela.

A epidemiologista Lígia Kerr, professora do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (Famed/UFC), chama atenção para o crescimento da taxa de positividade. O indicador refere-se ao percentual de exames com resultado positivo em relação ao total de testes realizados com resultados já apresentados. Segundo o IntgraSus, atualmente o índice, no Estado, é de 16,29%.

A pesquisadora também aponta o aumento no número de pessoas hospitalizadas. "É muito cedo para dizer que vai ocorrer uma segunda onda, mas certamente, no mínimo, é um grupo que estava mais guardado, mais dentro de casa, em home office, e que está saindo para festas de família, de amigos, restaurantes, academias. São todas situações altamente perigosas", alerta. A professora reforça a necessidade de usar de máscara, manter o distanciamento e evitar saídas desnecessárias.

Em nota, a Sesa afirmou que problemas técnicos ao longo da rotina de atualização da plataforma retardaram o processamento de alguns casos, o que represou o resultado deles. Na última semana, segundo nota da pasta, começaram a ser sanados problemas de processamento dos dados da integração com laboratórios particulares, o que levou ao aumento de 2.482 casos confirmados da Covid-19 na quinta-feira, 12, em relação à atualização do dia anterior.

"No sábado, o aumento de registros foi de cerca de 1.500 casos. Mais uma vez, os casos confirmados são datados de meses anteriores e não correspondem ao dia da divulgação dos dados", afirmou a pasta, em nota. O esperado é que, até o fim da semana, esses problemas sejam solucionados, segundo o comunicado.

Outro problema apontado pela Secretaria foi o incremento, no dia 5 de outubro, de 11.482 casos de Covid-19 que ocorreram no Estado entre março e setembro últimos, além do descarte de 32.003 casos suspeitos. "No início de outubro, por exemplo, a Sesa aprimorou o sistema de algoritmo que unifica os laudos dos exames de casos em investigação de Covid-19 com as notificações dos serviços de saúde em todo o Estado. Com base em novos critérios adotados pelo Ministério da Saúde (MS), o procedimento encerrou casos suspeitos que se encontravam pendentes de confirmação", explica a nota.



O POVO Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!