Em setembro, focos de queimadas crescem mais de 150% segundo dados da Enel - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Em setembro, focos de queimadas crescem mais de 150% segundo dados da Enel


 

Com condições propícias, como ventos fortes, altas temperaturas e baixa umidade, o mês de setembro apresentou um aumento superior a 150% no número de focos de queimadas se comparado a agosto. De acordo com o Sistema de Monitoramento e Alerta da Enel Distribuição Ceará, que também monitora outras ocorrências, o estado já alcançou o número de 5.201 focos desde o início do ano. As cidades mais atingidas até então são Icó (415), Santa Quitéria (314), Sobral (250), Saboeiro (175) e Ipueiras (153).

A maior parte dos incêndios está localizada nas regiões Centro-Sul, Sul e Leste, com 50% dos casos. Dia 31 de agosto foram registrados 325 focos, o maior deste ano, seguido por 5 de setembro, com 281 focos, e 30 de setembro, com 221 focos.  Após o fim do período chuvoso e início do período mais seco no Ceará, o número de incêndios tem aumentado mensalmente conforme expectativa.

Queimadas em 2019

Durante todo o ano de 2019, a distribuidora registrou um total de 53.671 focos de incêndios em todo o Ceará, sendo novembro o mês com maior incidência com 21.462 casos. A Unidade Operativa Sul também foi a mais afetada, somando 59% dos casos de todo o ano de 2019. Já os municípios com maiores registros foram Acopiara (2.637), Mombaça (2.187), Icó (1.640), Crateús (1.542) e Cedro (1.279).

Os três dias em que houve um maior número de focos contabilizados em 2019 foram 25 de outubro, com 1.773, seguido de 8 de novembro, com 1.581 e, em terceiro lugar, 15 de novembro, com 1.338.

Sistema de Monitoramento e Alerta

Além de chuvas, ventos fortes, queimadas e descargas atmosféricas, o Sistema de Monitoramento e Alerta auxilia na verificação de possíveis ocorrências na rede da distribuidora, possibilitando que técnicos e engenheiros monitorem, em tempo real, todo o Ceará e, em caso de alguma ocorrência, agir de maneira mais assertiva e rápida. Esse trabalho é realizado 24 horas por dia pelo Centro de Controle do Sistema (CCS), a partir de satélite, com dados fornecidos em tempo real pelo Climatempo, e serve para otimizar o serviço em caso de interrupção no fornecimento de energia. 

Cuidados  

A Enel orienta a população a não originar incêndios em qualquer tipo de material, por menor que seja o volume, próximo à rede elétrica, pois o fogo pode, além de provocar o desligamento das cargas, danificar os equipamentos e até provocar danos estruturais, o que pode resultar em graves acidentes. Em áreas urbanas, a maior parte das queimadas ocorre em lotes baldios onde há muita vegetação e, muitas vezes, acúmulo de lixo. A distribuidora ressalta que a limpeza dos terrenos e o descarte adequado desses resíduos é essencial para evitar pequenos incêndios próximos à rede. 


Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!