Ex-fuzileiro naval é preso por tráfico de drogas, e polícia fecha laboratório de entorpecentes em Fortaleza - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Ex-fuzileiro naval é preso por tráfico de drogas, e polícia fecha laboratório de entorpecentes em Fortaleza

O suspeito, segundo a polícia, registrou o laboratório como loja de suplementos como fachada para o crime.

Por G1 CE


Polícia desarticulou laboratório de drogas no Bairro Montese, em Fortaleza. Um homem foi preso. — Foto: Leábem Monteiro/SVM

Um ex-fuzileiro naval foi preso em flagrante por tráfico de drogas em Fortaleza. A polícia fechou na última quinta-feira (30) o laboratório de entorpecentes comandado por ele, na Avenida Gomes de Matos, no Bairro Montese. O suspeito, de 37 anos, disfarçava o local onde as drogas eram produzidas como uma loja de suplementos alimentares.

Ele foi localizado na casa dele, no Bairro Siqueira, com 1 kg de cocaína. As informações foram repassadas à imprensa nesta segunda-feira (3), pela Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

Com uma longa ficha criminal, Francisco José Lima Saraiva possuía antecedentes por tráfico de drogas e já havia sido condenado pelo crime. Ele também chegou a ser investigado pela Polícia Federal, possui passagens pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) por furto de veículos, corrupção de menor e por porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com o Delegado Marciliano Ribeiro, da DCTD, o suspeito era investigado pelo setor de inteligência da polícia por crimes de tráfico anteriores.

"A partir das informações da movimentação anterior dele, de tráfico, que era muito alta, a gente começou a fazer um acompanhamento da vida dele, das atividades dele, até que na última quinta-feira a gente flagrou ele em poder de 1kg de cocaína", relata.

Materiais para entorpecentes


Ex-fuzileiro naval mantinha laboratório para o tráfico de drogas. — Foto: Divulgação/SSPDS

Conforme o delegado, a polícia continuou investigando e descobriu uma sala comercial alugada pelo suspeito, usada como laboratório para armazenamento de drogas.

"A gente foi até um endereço no Montese, uma sala comercial alugada em nome dele, e lá, pelas fotografias que nós já repassamos, tinha toda uma estrutura com balança, máquinas seladoras, computadores também, possivelmente para controlar o estoque dele de entrada e saída, e embalagens", explica do delegado.

No local, a polícia apreendeu cerca de 2 kg de um pó banco com características análogas à cocaína e máquinas de cartão de crédito. Todo o material vai passar por perícia.

Loja de suplementos como fachada

O laboratório onde a droga era processada usava como fachada uma loja de suplementos alimentares. — Foto: Divulgação/SSPDS


De acordo com o delegado, para alugar a sala comercial, Francisco José chegou a registrar uma empresa alegando que o trabalho a ser feito no local seria a produção de suplementos alimentares para atletas. Ainda segundo o delegado Ribeiro, o suspeito não tem formação na área e nem licença para manipular os insumos.

A polícia também investiga o patrimônio do suspeito. Na casa dele, os agentes chegaram a encontrar dois veículos registrados nos nomes dele e da esposa que, durante depoimento, alegou não ter conhecimento da prática criminosa do marido. O aparelho celular dela chegou a ser periciado, mas nada foi encontrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!