Com 600 casos, Fortaleza concentra 91% das ocorrências de Covid-19 no Ceará - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 4 de abril de 2020

Com 600 casos, Fortaleza concentra 91% das ocorrências de Covid-19 no Ceará


Capital cearense teve aumento de 59 casos no intervalo de 24 horas, segundo a Secretaria de Saúde do Ceará.


Por Márcio Dornelles e Cadu Freitas, G1 CE

04/04/2020 10h17 Atualizado há uma hora

Casos de coronavírus no Ceará
Casos confirmadosMortes confirmadas15/0316/0317/0318/0319/0320/0321/0322/0323/0324/0325/0326/0327/0328/0329/0330/0331/0301/0402/0403/040200400600800
28/03
 Casos confirmados: 322
Fonte: Sesa
O crescente número de casos de Covid-19 em Fortaleza tem preocupado o Ministério da Saúde, que cita a capital cearense como uma das cinco cidades que merecem mais atenção no Brasil, junto a São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus e Distrito Federal. No intervalo de 24 horas, entre quinta e sexta-feira (3), foram 59 casos a mais da doença causada pelo novo coronavírus, levando à soma de 600 pessoas com a doença em 20 dias, segundo o IntegraSUS.

A plataforma, atualizada diariamente pela Secretaria Estadual do Ceará (Sesa), aponta que os casos de Fortaleza representam 91% dos registrados em todo o Estado, 658 confirmados. A porcentagem aumenta quando são comparados os números de exames aplicados.

Foram 3.796 testagens em Fortaleza para 3.955 em todo o estado, ou seja, 95%. Seguem como suspeitos 2.665 casos, para 4.023 em todo o Ceará.


A Prefeitura de Fortaleza informou na última quinta-feira (2) que mais de 50 bairros já registraram a incidência da infecção viral. Até agora, os 17 óbitos foram confirmados em 13 bairros, como Meireles, Cocó, Fátima e Conjunto Ceará. Em todo o Estado, foram contabilizados 22 óbitos.


Bairros de Fortaleza com maior incidência da Covid-19 — Foto: Prefeitura de Fortaleza/Divulgação

Sinal de alerta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou na sexta-feira (3) que monitora a situação de Fortaleza. “Temos alguns números de cidades que têm muito fluxo internacional, como foi o caso no Ceará, de Fortaleza, em que os casos foram muito notificados”, pontuou.


Conforme o ministro, isso ocorre porque os cinco estados têm os maiores coeficientes de incidência – números de casos em relação à população do Estado. Nesse quesito, o Ceará é o terceiro do Brasil, com 6,8 habitantes com Covid-19 a cada 100 mil habitantes. Acima só estão Distrito Federal (13,2) e São Paulo (8,7).

Estratégia de mitigação


Ministério da Saúde acompanha pico de casos de Covid-19 no Ceará — Foto: Reprodução/EPTV

O número maior de notificações no Ceará, segundo o secretário de Saúde Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, se deve a uma questão estratégica.

“Isso mostra uma estratégia do Estado do Ceará de tentar ampliar as notificações para que a gente possa entregar aos pesquisadores, epidemiologistas, médicos e profissionais de saúde a realidade mais adequada”, disse o gestor.

De acordo com o secretário, o Ceará tem realizado, em média, 400 exames de investigação da presença do novo coronavírus no sangue de pacientes a cada dia.

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!