Governo do Ceará prorroga por mais uma semana decreto que proíbe abertura de comércio e serviços não essenciais - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 28 de março de 2020

Governo do Ceará prorroga por mais uma semana decreto que proíbe abertura de comércio e serviços não essenciais

Camilo Santana fez o anúncio em live neste sábado (28)

O governador Camilo Santana afirmou, em transmissão ao vivo em rede social neste sábado (28), que será prorrogado por mais uma semana, até 5 de abril, proibição de funcionamento de diversos comércios e estabelecimentos dos seguintes seguimentos:

Bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres;

Templos, igrejas e demais instituições religiosas;

Museus, cinemas e outros equipamentos culturais, público e privado;

Academias, clubes, centros de ginástica e estabelecimentos similares;

Lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou prestem serviços de natureza privada;

“Shopping center”, galeria/centro comercial e estabelecimentos congêneres, salvo quanto a supermercados, farmácias e locais que prestem Serviços de saúde no interior dos referidos dos estabelecimentos;

Feiras e exposições;

Indústrias, excetuadas as dos ramos farmacêutico, alimentício, de bebidas, produtos hospitalares ou laboratoriais, obras públicas, alto forno, gás, energia, água, mineral, produtos de limpeza e higiene pessoal, bem como respectivos fornecedores e distribuidores.

A Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) divulgou neste sábado (28) recomendação para que as escolas da rede pública implementem o ensino a distância e domiciliar durante a pandemia de coronavírus. Por conta da crise na saúde, as aulas estão suspensas desde o dia 18 de março, até 2 de abril.

De acordo com o documento divulgado, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/1996) informa sobre as possíveis ações que podem ser tomadas em situações de emergência.

A primeira leva de medidas estaduais contra o avanço do coronavírus foi a criação, em decreto, de um comitê para tratar da questão, em 13 de março. Em seguida vieram mais dois decretos, um deles três dias depois estabelecendo situação de emergência em saúde e suspensão das aulas, e o outro, no dia 19 de março, ainda mais rigoroso, proibindo a abertura de bares e diversas atividades.

Ciclo do coronavírus — Foto: Foto: Arte/G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!