Violência: Ceará já registrou o assassinato de 32 mulheres neste começo de 2020 - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Violência: Ceará já registrou o assassinato de 32 mulheres neste começo de 2020

Claudiana Rocha foi assassinada, ontem, em Maranguape
Subiu para 32 o número de mulheres assassinadas no Ceará neste começo de 2020. Na tarde desta segunda-feira (3), o corpo de uma jovem foi encontrado com sinais de violência sexual e golpes de machado. O crime cruel aconteceu na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Até o momento, nenhum suspeito foi detido. A Polícia trabalha com a hipótese de um caso de latrocínio (roubo com morte) e estupro.

O corpo de Claudiana Rocha estava enrolado em um colchão velho, deixado próximo a uma lixeira, nas imediações do Estádio Moraisão, em Maranguape, na tarde de ontem, de acordo com os registros da Polícia. Ela morava sozinha e, todos os dias, saía de casa cedo da manhã, por volta de 4h30 para o trabalho.

A casa da vítima estava completamente revirada e objetos teriam sido roubados. Já a mulher morta estava despida e apresentava golpes compatíveis com machadadas, de acordo com a Perícia Forense. Populares se depararam com o cadáver e acionaram a Polícia. Inspetores da Delegacia Metropolitana de Maranguape estão investigando o caso.

Outra mulher

Na tarde desta segunda-feira (3) foi identificada no necrotério do Núcleo Regional da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), em Canindé, o corpo de uma mulher localizado, na tarde de domingo (2), nas margens da rodovia estadual CE-176, no Município de Santa Quitéria (a 217Km de Fortaleza). O cadáver apresentava marcas de tiros e estava parcialmente carbonizado. Tratava-se de Juliana Sousa Cruz, 39 anos.

A Polícia descobriu que ela foi morta pelo ex-marido, Antônio Ednardo Dias Paiva que, após matar a ex-esposa, fugir para Fortaleza e matou também, no bairro Planalto Ayrton Senna, um homem identificado por Luís Alexsandro Oliveira, que seria o atual namorado de Juliana. Logo depois, Ednardo suicidou-se em um quarto de um motel no bairro Maraponga.

Fonte: CN7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!