Cuidadora suspeita de latrocínio de idosa vivia em casa da vítima avaliada em R$ 1,2 milhão - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 25 de janeiro de 2020

Cuidadora suspeita de latrocínio de idosa vivia em casa da vítima avaliada em R$ 1,2 milhão

Residência com ampla área de lazer e estacionamento foi cedida pela vítima à cuidadora há cerca de dois anos Foto: Marcella de Lima/SVM
A casa onde morava a cuidadora de idosos Iza Pismel dos Santos, 52 anos, era avaliada em cerca de R$ 1,2 milhão. A informação é do irmão da aposentada Maria Nisia Teixeira Freitas, de 82 anos, morta na tarde desta sexta-feira (24), vítima de latrocínio na praia do Icaraí, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. 

Com uma ampla área de estacionamento, piscina e varanda, o duplex foi cedido pela vítima há cerca de dois anos para que a funcionária tivesse mais conforto e comodidade para se deslocar até a casa da idosa, localizada no outro lado da rua, bem em frente ao imóvel.

Maria Nisia residia na mansão com a filha e o namorado, Carlos André Sampaio Santos, de 31 anos, suspeito de matar a aposentada e roubar o carro dela. A funcionária tinha total confiança da vítima, tanto que tinha acesso inclusive às senhas bancárias da idosa, que era servidora federal. 

"Ela tinha uma vida de filha. Tinha confiança total dos idosos, que cederam um imóvel duplex para ela morar perto deles. Ela colocou um amante dentro de casa e passou a tramar esse roubo que acabou vitimando a senhora de 82 anos", esclareceu o tenente Cícero Filho, do 22º Batalhão de Polícia Militar, onde o caso foi registrado.

Latrocínio

A polícia descobriu o crime após uma denúncia recebida via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) sobre um assalto a residência que estaria em andamento no bairro Icaraí.

Com a informação de que um suspeito havia matado a proprietária da casa e fugido no veículo da vítima, os militares realizaram buscas e o automóvel foi identificado e localizado em uma avenida de Caucaia por meio do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia).

Após uma perseguição, o carro dirigido pelo suspeito acabou colidindo em outro, momento em que foi realizado um cerco e o homem, com passagens por roubo e receptação, foi preso e levado para o 22° Distrito Policial.

Na delegacia, ele confessou o crime e, a partir do depoimento dele, a polícia chegou à cuidadora como uma das envolvidas no crime e a prendeu. A dupla foi autuada em flagrante por latrocínio. 

Ao todo, seis pessoas são suspeitas de envolvimento no crime. A cuidadora e o namorado, já detidos, a irmã da funcionária e outras três pessoas. "A mentora intelectual é a irmã da cuidadora, ela agenciou o namorado da cuidadora para que fosse com outras pessoas para subtrair os documentos da casa. Os que estão presos foram para delegacia de capturas e vão responder por latrocínio", relatou o delegado Elzo Moreira, do 22º Distrito Policial.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!