Polícia elucida assassinato de empresário canadense e prende os três suspeitos - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Polícia elucida assassinato de empresário canadense e prende os três suspeitos

Vanesca, Miguel e Luana foram capturados no fim de semana e confessaram o crime em depoimento na Delegacia Metropolitana do Eusébio (DME)
Para roubar a quantia de R$ 139,00, além de alguns frutas e sardinhas que havia numa geladeira, três pessoas assassinaram um idoso de 85 anos. Esta é a conclusão da Polícia Civil do Ceará na investigação sobre o assassinato do empresário canadense Walter Max Voigtlander. O corpo dele foi encontrado amarrado a uma coluna em seu sítio, no Distrito de Olho D’Água, no Município do Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza, na tarde do último dia 11. Os três suspeitos já estão presos.

A investigação comandada pelo delegado Everardo Lima, titular da Delegacia Metropolitana do Eusébio (DME), revelou que o crime foi arquitetado por Miguel da Silva Correia, 24 anos, filho do caseiro de um sítio vizinho ao da vítima. Foi com esta facilidade de acesso, que ele invadiu a residência do canadense no dia do assassinato. Além de Miguel, participara do crime a mulher dele, Maria Luana Nicolau Pereira 23 anos; e uma amiga do casal, Vanesca Silva de Oliveira, 22. Os três foram presos no último fim de semana.

A Polícia acredita que os três suspeitos acreditavam que o canadense guardava muito dinheiro em seu sítio. Porém, isso não acontecia. Dono de vários imóveis na cidade do Eusébio, entre eles, um, mini shopping, além de casas, chácaras e sítios, Walter Max Voigtlander era uma pessoa que não ostentava luxo. Tinha uma vida simples, morava só e sequer tinha um carro. Era visto sempre pedalando uma bicicleta, com a qual se deslocava de Olho D’Água para o Centro do Eusébio onde tinha um escritório com seu sócio nos negócios de imóveis. Mesmo assim, o trio acreditava que pudesse obter muito dinheiro no roubo.

Olhos vendados

Para impedir que a vítima lhe reconhecesse posteriormente, já que o canadense o conhecia, Miguel colocou uma venda nos olhos do canadense. O empresário foi amarrado em uma coluna, vendado e amordaçado. E assim, foi encontrado morto.

Para a Polícia, o caso está elucidado.

Fonte: CN7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!