Após queda de 50% no nº de mortes em 2019, Ceará tem meta de reduzir 7% em 2020 - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Após queda de 50% no nº de mortes em 2019, Ceará tem meta de reduzir 7% em 2020

Planos traçados pelo Governo do Ceará foram revelados em entrevista concedida pelo titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa.

Por G1 CE
Polícia faz patrulhamento em terminal de ônibus em Fortaleza — Foto: Jarbas de Oliveira/Estadão Conteúdo


Na busca por garantir mais segurança à população cearense, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) formulou uma série de estratégias e estipulou metas para o ano de 2020. Dentre os planos da pasta está a redução de 7% dos índices de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) e Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs).

Conforme balanço parcial, em 2019 foram registrados 2.220 mortes violentas e, cerca de, 47 mil roubos no estado. A redução do número de homicídio no Ceará em 2019 é de 50%, a maior queda do país. A meta do secretário André Costa é que a redução seja "constante e sólida, e não aquela coisa de um ano cai e no outro ano sobe".

Para alcançar a nova meta o Governo do Estado promete melhoria salarial e contratação de novos agentes de segurança por meio de concurso. "Em janeiro o governador [do Ceará, Camilo Santana] deve anunciar as melhorias salariais para os servidores da área de Segurança. Devemos ter mais concursos públicos. Vamos primeiro definir as melhorias salariais e depois ver as contratações dos novos servidores", afirmou André Costa, em entrevista ao G1.
Quatro são baleados em tiroteio no Bairro Bonsucesso, em Fortaleza — Foto: TV Verdes Mares/Reprodução


André Costa destacou que a meta de 7% ao ano corresponde ao dobro da meta nacional, de 3,5%, conforme estudo do Governo Federal levando em conta indicadores da América Latina. Outro plano da Secretaria da Segurança é que em 2020 o índice de homicídios elucidados chegue a 50%. De acordo com o secretário, há dois anos o número estava em torno de 25%; e em 2019, 40%.

"Para chegar aos 50%, a SSPDS planeja ter mais policiais investigadores e permanecer ampliando o trabalho pericial. Aumentar o quantitativo de policiais militares nas ruas. Temos hoje na ativa aproximadamente 19 mil militares, 3.700 policiais civis, 1.700 bombeiros e 450 na Perícia Forense", afirma o secretário.

Tecnologia e monitoramento

Instalado no estado em maio de 2017, o Spia auxilia no combate à mobilidade do crime recuperando os veículos alvos dos criminosos. — Foto: JL Rosa/ SVM


As ferramentas tecnológicas implementadas no Ceará nos últimos anos devem ser continuadas e aperfeiçoadas em 2020. Para o secretário, aprimorar o Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) feito por meio de câmeras de monitoramento é uma das prioridades.

A ideia, segundo ele, é integrar os dados já existentes com as imagens fornecidas a partir dos registros das câmeras de estabelecimentos privados.

"Temos esse grande desafio que é aliar ciência policial com tecnologia. A dificuldade é chegar aonde eles se encontram. É o que a gente tem feito no Ceará. É uma integração inteligente. Ainda queremos aprimorar o Spia também para que seja feito reconhecimento com as suas características, não só pela placa, mas também, por exemplo, reconhecer porque aquele veículo tem um adesivo específico, uma batida, um arranhão grande."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!