Festa de São Francisco reúne milhares de romeiros em Canindé; romaria termina neste sábado - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Festa de São Francisco reúne milhares de romeiros em Canindé; romaria termina neste sábado

Milhares de romeiros foram a Canindé para a festa do santo padroeiro do município (Foto: Aurélio Alves/O POVO)
Entre os devotos de São Francisco, Francisca Maria José de Souza considera-se uma das mais fervorosas. Todos os anos, na véspera do dia 4, data de nascimento do santo, a aposentada de 63 anos faz as contas, junta o dinheiro que tem e larga a pequena Bodocó, em Pernambuco. Sacolejando num ônibus (“antes era num pau-de-arara”, conta), segue até Canindé (CE), a 527 km, onde pousa cerca de dez horas depois.

Nesta sexta-feira, dia em que a cidade cearense reúne centenas de milhares de romeiros de todos os cantos do País para celebrar o padroeiro, Francisca fazia o sinal da cruz dentro da igreja matriz. Agradecia às graças alcançadas, como a cura de umas dores que “andava sentindo nas juntas”. E empenhava novamente a palavra, agora para sarar as agruras dos filhos, que se chamam Francisco Leonardo, Francisco Marcelo e Francisco Vandeilson.

Para Francisca, o Francisco, como ela fala, é feito gente que se conhece bem já de muito tempo, um vivente com quem conversa todo dia, sem cerimônia. “Minha fé é como se ele fosse vivo, estivesse aqui do meu lado”, conta. E então passa a entabular papo com o santo homem, a quem pediu que acudisse a filha que vai passar por cirurgia complicada e ao filho diabético cujo quadro se agravou recentemente.

“Botei os nomes dos dois na gruta”, revelou, referindo-se ao local onde os fiéis depositam os seus pedidos de intercessão divina. “Agora é esperar pra voltar ano que vem com a graça alcançada.”

José Francisco dos Santos Silva não veio a Canindé pedir nada, mas agradecer. Aos 21 anos, o maranhense de Caxias jogava bola numa área de lazer quando se esborrachou no chão. O joelho estragou-se, de modo que foi preciso ficar de pernas pro ar por três meses. Faltou emprego e aula.

“Eu estava sofrendo muito. Me peguei com São Francisco. Se eu ficasse bom, eu vinha pra cá e ia entrar na igreja de joelho”, relata.

Hoje, Francisco venceu os cerca de 150 metros entre a calçada e o altar da matriz alternando joelho esquerdo e direito, com a ajuda de amigos que viajaram com ele ao Ceará. “Fiz a promessa e melhorei. Voltei a jogar bola. Graças a Deus fiquei bom”, festeja. Para tirar qualquer dúvida sobre a saúde recuperada, bate com o pé direito forte no chão.

Assim como Francisca e Francisco, aproximadamente um milhão de romeiros visitam Canindé entre 24 de setembro e 4 de outubro, durante a festa dedicada ao santo. A estimativa é da organização do evento. Apenas na missa solene desta sexta-feira, celebrada às 9 horas, o público calculado era de 80 mil pessoas.

Francisca garante que vale a pena se deslocar até Canindé. Além das missas, aproveita para passear e comprar uns presentes. “Levo pra cada qual uma lembrancinha. É um tercinho pra um, uma blusa pra outra, um chaveirinho de santo. “Eu tenho fé e gosto de vir. Estando aqui, estou feliz”, conclui.

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!