Mulher é presa suspeita de participar de homicídio ao atrair vítima com favores sexuais - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Mulher é presa suspeita de participar de homicídio ao atrair vítima com favores sexuais

Polícia Civil busca capturar suspeito de envolvimento no homicídio. - SSPDS/Divulgação
A Polícia Civil investiga a participação de Roberta Millena Santos de Oliveira, 21 anos, suspeita de estar envolvida em um homicídio que aconteceu no Bairro Bom Jardim, ao utilizar sexo como meio de atrair a vítima para o lugar onde acontecera o assassinato. Roberta Millena foi presa na última sexta-feira (13) e, agora, a Polícia busca suposto comparsa na morte do homem. 

Roberta Millena Santos de Oliveira, de 21 anos, de acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), foi presa temporariamente na residência onde morava, no Bairro Autran Nunes, em Fortaleza. O outro suspeito de participação no homicídio, Lucas Weslei Fonteles Rodrigues, 19 anos, afirmou a Pasta, encontra-se com mandado de prisão em aberto pelo crime. 

Segundo a Secretaria da Segurança, Francisco Patrick Marte Viana, também de 21 anos, sem antecedentes criminais, teria sido atraído por Roberta, no dia 22 de agosto, para o local onde foi morto, com a prerrogativa de que a mulher iria fazer sexo com ele. O corpo de Francisco Patrick foi encontrado no dia seguinte, 23, às margens de um canal do Bairro Bom Jardim, contendo lesões ocasionadas por faca e estando parcialmente carbonizado. Conforme o órgão, a causa da morte seria por um desentendimento entre grupos criminosos rivais.

Roberta Millena, afirmou a Secretaria, foi direcionada ao 32º Distrito Policial, no Bairro Granja Lisboa. A SSPDS disse ainda que os trabalhos policiais conitnuam, visando capturar o comparsa da mulher e que a população pode contribuir com as investigações ao repassar informações para auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser realizadas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101-6104, do 32° Distrito Policial, ou ainda para o número (85) 98863-9657, o WhatsApp da delegacia distrital. A Secretaria da Segurança informou que o sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!