Recarga de açudes em 2019 já supera o registrado em todo o ano passado - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

terça-feira, 7 de maio de 2019

Recarga de açudes em 2019 já supera o registrado em todo o ano passado

Açude Araras foi o que recebeu o maior aporte nesta quadra chuvosa(Foto: CARLOS MAZZA)
O aporte nos açudes do Ceará em 2019 já soma 2,49 bilhões de metros cúbicos (m³). Neste último mês da quadra chuvosa, o número já ultrapassa a quantidade de recarga registrada nos reservatórios em todo o ano de 2018. De acordo com dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o volume é o maior dos últimos nove anos, não superando o valor de 2011 (7,84 bilhões de m³).

Abril foi o mês deste ano que mais gerou aporte para os açudes do Estado, com 1,36 bilhão de m³ contra 1,14 bilhão do mesmo período em 2018.

A resenha diária lançada pela companhia nesse domingo, 5, mostrou também que a recarga recebida nos cinco primeiros dias de maio superou a marca do mesmo mês inteiro no ano passado.

Atualmente, existem 34 açudes sangrando e 40 com volume acima de 90%. No entanto, ainda são 73 os reservatórios com menos de 30% da capacidade preenchida.

Monitoramento dos açudes mostra crescimento da recarga de água nos últimos anos (Foto: Reprodução/Cogerh)
Durante o período chuvoso, o açude Araras foi o que mais recebeu aporte, ficando com o total de água acumulada 157% maior. Isso representa um aumento de 353 milhões de m³. O Castanhão, maior reservatório do Estado, foi o segundo que mais recebeu recarga, com 150 milhões de m³.

Até esta segunda-feira, 6, os açudes do Ceará somam 3,865 hm³, o que representa 20% da capacidade total dos reservatórios hídricos. Em 31 de janeiro, antes dos meses mais chuvosos, esse valor era 1,965 hm³.

Previsão de chuvas

Os primeiros dias de maio estão sendo de poucas chuvas, apesar de ainda ser parte da quadra chuvosa. De domingo para esta segunda-feira, choveu em 25 municípios monitorados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A diminuição é atribuída ao afastamento do sistema indutor de precipitações da costa do Nordeste, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Para os próximos dois dias, a previsão continua sendo de nebulosidade variável e eventos de chuvas no centro-norte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!