Boletim Epidemiológico confirma um óbito por H1N1 em Pentecoste; diretor clínico do Hospital concede entrevista - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Conheça a UNIASSELVI – Graduação e pós-graduação presencial e EAD

sábado, 16 de junho de 2018

Boletim Epidemiológico confirma um óbito por H1N1 em Pentecoste; diretor clínico do Hospital concede entrevista

(Foto: Pedro Sarafim)
O último Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura Municipal de Pentecoste, por meio da Secretaria de Saúde, com informações de até 8 de junho, mostra que o município registrou cinco casos de gripe H1N1 no ano de 2018, um em cada localidade: Vila Nova, Providência, Núcleo D, Posto Agrícola e Carnaúba. 

O blog Notícias de Pentecoste errou ao dizer que o município registrou dois óbitos por H1N1, devido a um erro de interpretação da tabela de casos. Na verdade, até agora foi confirmada uma morte por influenza H1N1. A causa do segundo óbito, influenciado por síndrome respiratória, ainda está sendo investigada. 
Os dados preliminares da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus H1N1 mostram que 7591 pacientes dos grupos prioritários foram vacinados e a meta preconizada pelo Ministério da Saúde foi atingida. 

Síndrome Gripal (SG) - indivíduo com febre, acompanhada de tosse e/ou dor de garganta, com início dos sintomas nos últimos sete dias. Em crianças com menos de dois anos de idade, considera-se como caso de Síndrome Gripal: febre de início súbito e sintomas respiratórios (tosse, coriza e obstrução nasal).

Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - indivíduo de qualquer idade, com síndrome gripal (conforme definição acima) e que apresente dispneia ou os seguintes sinais de gravidade: saturação de oxigênio menor que 95% em ar ambiente; sinais de desconforto respiratório ou aumento da frequência respiratória avaliada de acordo com a idade; piora nas condições clínicas de doença de base; hipotensão em relação à pressão arterial habitual; paciente de qualquer idade com quadro de Insuficiência Respiratória Aguda durante período sazonal.

Foram notificados 12 casos de Síndrome Gripal (SG) e 15 de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nos seguintes bairros da zona urbana: Pedreira (4); Vila Nova (2); São Francisco (3); Centro (2); Ipase (2); Acampamento (1); Cohab (1); Planalto (2); Itamaraty (1). Já na zona rural: Maracajá (1); Posto Agrícola (1); Providência (1); Núcleo E. 

Dos casos notificados, 96,29% (26/27) fizeram uso do antiviral Oseltamivir (Tamiflu) em nível ambulatorial e/ou hospitalar. Dos casos de SG notificados, 8,33% (1/12) evoluíram para internamento seguido de alta por cura; 91,69% (11/12) evoluíram para cura. 

Medidas de prevenção contra a Influenza: 

1. Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar;
2. Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço descartável;
3. Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.
4. Pessoas com qualquer gripe devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas;
5. Não usar medicamentos sem orientação médica. 6. Procure a Unidade de Saúde mais próxima em caso de gripe para diagnóstico e tratamento adequados.

Acompanhe a entrevista com o Dr. Pedro Sarafim, diretor clínico do Hospital Regional e Maternidade Vale do Curu.
Por André Barros
Editor do Blog Notícias de Pentecoste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!