Polícia prende cinco pessoas envolvidas em chacina na Serra Pelada, em Maranguape - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Conheça a UNIASSELVI – Graduação e pós-graduação presencial e EAD

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Polícia prende cinco pessoas envolvidas em chacina na Serra Pelada, em Maranguape

A Polícia Civil do Estado do Ceará informou nesta segunda-feira (22) que já prendeu cinco homens envolvidos na chacina ocorrida na Serra Pelada, em Maranguape, no último dia 7 de janeiro. Na ocasião, quatro pessoas foram encontradas mortas em uma residência situada em uma localidade remota da região. A suspeita é que os crimes tenham ligação com a disputa de facções criminosas.

De acordo com o delegado geral da Polícia Civil, Everaldo Lima, além dos cinco homens, as autoridades também apreenderam um menor de 17 anos, que também teria participado da ação criminosa. "Após aquele evento, a Polícia Civil, através do trabalho de investigação, sempre em parceria com a Polícia Militar (PM), realizou essas prisões. Há fortes indícios que essas pessoas também têm ligação direta com, no mínimo, 13 homicídios ocorridos na cidade de Maranguape", informou.

Os três primeiros suspeitos de participarem da chacina de Maranguape a serem presos foram Gustavo dos Santos Araújo, de 19 anos, Lucas Natanael da Silva (24) e Ronys Erialdo da Silva(29), entre os dias 10 e 11 de janeiro. Posteriormente, novos homicídios foram registrados no município, entre os dias 18 e 19, e as investigações apontaram para Leandro Barbosa Maciel(24), Robson Fernandes de Lima (19) e o menor de idade, que foram capturados pelas autoridades. Todos foram identificados como participantes da ação criminosa ocorrida na Serra Pelada.

Além das prisões, a polícia também apreendeu, juntamente com os suspeitos, cinco revólveres calibre 38 e uma pistola .380, assim como munição e uma pequena quantidade de drogas. De acordo com o delegado Everaldo Lima, as investigações continuam para que outros envolvidos na chacina de Maranguape sejam capturados.

"Investigações estão sendo aprofundadas para que, ao fim do prazo legal de 30 dias, possamos encaminhar o inquérito policial com os devidos indiciamentos, com pedido de medidas cautelares em torno dos autores dos crimes. Há outros alvos da investigação e temos esperança de concluir o inquérito contra todos", ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!