quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

"Bradesco de Pentecoste é um local de tortura", diz cliente. Gerente da agência faz explicação

O atendimento nos bancos de Pentecoste virou motivo de críticas nas redes socias e de audiência pública na Câmara Municipal. Os gerentes das agências do Bradesco e do Brasil foram convocados pela vereadora Valdelice Braga para fazer explicações sobre o funcionamento bancário. O representante do Bradesco não compareceu.

No Bradesco, nos dias de pagamento, aposentados e assalariados esperam horas, alguns passam dias, para efetuar operações. De longe é possível ver que não há organização e a fila de prioridades não existe. As máquinas são abastecidas com o dinheiro quase no final da manhã. No longo período de tempo, idosos sentem o efeito da espera.

No início de novembro, pelo menos duas pessoas passaram mal enquanto aguardavam na fila e tiveram que ser medicadas na UPA. Situações similares foram registradas outras vezes. O motivo dos desmaios é a alta temperatura. Nos primeiros dias do mês, o calor toma conta do ambiente logo após a abertura das portas do banco. O ar-condicionado, mesmo em funcionamento total, não faz o efeito esperado. Alguns utilizam papelão para abanar-se e aliviar a tensão.

O banco não dispõe de funcionário para auxiliar aqueles que não sabem utilizar a máquina de autoatendimento. Segundo uma aposentada, ela sofreu um golpe ao entregar o cartão e a senha e pedir que terceiro realizasse o saque. A mesma tática criminosa já afetou outras pessoas. Aposentados denunciam que foram vítimas de empréstimos sem o consentimento legal.

Outro problema enfrentado pelos clientes e usuários do serviço é a quantidade de dinheiro disponibilizado para saques nas máquinas, que não é suficiente para atender a demanda. Conforme várias pessoas, os terminais ficam vazios depois de algumas horas que são abastecidos. Esse problema afeta, principalmente, aqueles que moram em localidades distantes e precisam viajar até a Sede para receberem o salário.

Um aposentado conta que quase metade de seu benefício foi utilizado em transporte. "Tentei sacar no dia, mas o dinheiro [na máquina] acabou. Vim novamente, e não consegui. Cheguei de madrugada, fiquei até o começo da tarde e só tirei metade. Tive que fazer outra viagem e ao todo gastei mais de R$ 400,00", contou.

Ter que viajar mais de uma vez para receber o beneficio completo é uma situação vivida por quase todos os usuários do banco. Pois, segundo informações, o limite de saque é de R$ 800,00.

Fim do saque nos Correiros

Em 11 de outubro desde ano, os Correios encerraram os serviços prestados pelo Banco Postal em 205 agências do Ceará. O Banco Postal é uma parceria com o Banco do Brasil que se vale da rede de atendimento dos Correios para a intermediação de serviços bancários básicos. Segundo a estatal, os altos custos de manutenção e segurança "os tornam inviáveis". 

Com o fim do convênio, cerca de 300 clientes de Pentecoste, 600 de São Luís do Curu, 40 de General Sampaio, 50 de Apuiarés e 700 de Tejuçuoca foram transferidos para o Bradesco. O ocorrido pegou de surpresa o Banco, que não estava preparado para atender o número de pessoas, e os clientes, que não possuíam conhecimento sobre a transferência.

Para o gerente da agência local do Bradesco, Aluízio Gomes, algumas das informações que circulam nas redes sociais sobre o funcionamento e atendimento bancário são inverdades. Segundo ele, o motivo da lotação é devido ao número de municípios atendidos. Além de Pentecoste, o Bradesco recebe Umirim, Tejuçuoca, Apuiarés e São Luís do Curu.

O gerente conta que entrou em contato com a Regional do Bradesco para a ampliação da estrutura da agência de Pentecoste. Ele diz ter solicitado a substituição das máquinas, pois as que são utilizadas atualmente têm apresentado falhas constantes. 

Aluízio diz não ter comparecido à audiência pública devido a demanda dos trabalhos internos. De acordo com ele, são apenas quatro funcionários para todo o serviço. Também informou que já está fazendo o orçamento para um novo ar-condicionado e, a partir da próxima semana, haverá um funcionário para o funcionamento da agência de Apuiarés. Em entrevista, pediu desculpas a todos pelo transtorno e disse estar fazendo o seu melhor. Acompanhe a reportagem:

Por André Barros
Editor do Blog Notícias de Pentecoste

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster