quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Pentecoste: A comunidade Várzea Cumprida está investindo em um grande projeto agrícola que toda comunidade deveria ter, confira:

(Foto: Nádia, presidente do Sintraf)
No último sábado, 21 de janeiro, estivemos na comunidade Várzea Cumprida, interior de Pentecoste e acompanhamos de perto um projeto agrícola que vem ganhando força nas comunidades rurais, a casa da semente.

A casa da semente é um banco de "sementes crioulas" - é a semente original que vem sendo selecionada pelos agricultores através do replantio das melhores espécies. São produzidas por agricultores familiares ou assentados da reforma agrária. Estas sementes produzem com maior estabilidade, são mais rústicas e resistentes às mudanças climáticas e as pragas que atacam a lavoura.

A casa da semente também serve como garantia para os produtores rurais, pois as sementes geneticamente modificadas podem sofrer com problemas climáticos, como a falta ou o excesso de chuva. Embora as transgênicas sejam mais produtivas, elas perdem a vitalidade rapidamente e passam a depender de fertilizantes e pesticidas sintéticos.

Conversamos com Nádia, a presidente do Sintraf (Sindicato dos Trabalhadores Na Agricultura Familiar), ela conta que a casa da semente, criada na comunidade, vai ajudar agricultores que não recebem sementes da Ematerce (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará) e vai contribuir como prova para futuras aposentadorias dos trabalhadores rurais. 

O banco de sementes da comunidade dispõe de arroz, milho e feijão, tendo em vista que são grãos crioulos de diversas espécies. Como é o primeiro ano de existência da casa, na comunidade, os agricultores associados devem devolver o dobro do que pegarem para a plantação, pois o número estocado precisa crescer.

Atualmente são 20 associados à casa e eles estão fazendo um curso de agroecologia para aprimorar as técnicas de cultivo e melhor trabalhar com a semente, pois é o primeiro ano que vão cultivar com a semente crioula. Eles acreditam que terão um bom inverno, pois as previsões são boas e a comunidade não está sofrendo com problemas de abastecimento de água.

Na oportunidade, entrevistamos o vice-prefeito Vicente do Zuza, que também esteve prestigiando o trabalho feito pela comunidade. Vicente afirma que a Prefeitura e a Secretaria de Agricultura de Pentecoste estão a disposição para ajudar o homem do campo e garante total apoio aos trabalhadores. O vice-prefeito também acredita que o prefeito Bosco Tabosa e o secretário de agricultura Daniel Castro apoiarão o trabalho realizado.

Conversamos também com o engenheiro agrônomo Zé Alfredo. O agrônomo destacou que um banco de sementes é muito importante para o agricultor, pois serve como garantia para os produtores rurais, até mesmo os melhores exemplares disponibilizados pelo governo podem sofrer com problemas climáticos. Caso uma safra seja prejudicada, os agricultores podem contar com as sementes estocadas para recuperar a produção.


Confira a seguir as entrevistas realizadas:
Os agricultores também dispõem de vários cursos que são oferecidos gratuitamente pelo SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). Confira a lista a seguir:


Por: André Barros

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster