quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Câncer de mama: vamos falar sobre isso?

Em 2016, a campanha do Instituto Nacional de Câncer, no Outubro Rosa, tem como tema "Câncer de mama: vamos falar sobre isso?". O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença. 
(Foto/Fonte: Autor - Ao lado esquerdo: Rejane do Nascimento, no direito: Laninha Beserra)
O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, outros não. Na tarde de ontem, na escola profissional de Pentecoste, aconteceu a abertura do Outubro Rosa, com objetivo de alertar, em especial as mulheres, sobre a gravidade desta doença.

Previna-se, conheça seu corpo, faça um autoexame, mas lembre-se, autoexame não é diagnóstico, não deixe de procurar seu médico. Um toque pode ajudar a salvar sua vida.
Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

Número de mortes causada pelo câncer de mama no Brasil em 2013: 14.388, sendo 181 homens e 14.206 mulheres. Fonte: INCA (Instituto Nacional de Câncer). O Câncer de mama afeta homens e mulheres.
O câncer de mama pode ser prevenido?
  • Infelizmente não há como prevenir o câncer de mama. O que se pode fazer é o diagnóstico precoce da doença, possibilitando aumentarem as chances de cura da paciente.
O câncer de mama tem cura?
  • Sim. As chances de cura do câncer de mama podem chegar até a 100% dos casos, se detectados na fase inicial. Quanto mais cedo ele for diagnosticado, melhores serão os resultados.
Quando deve ser realizado o auto-exame?

  • O auto-exame deve ser realizado mensalmente, logo após o período menstrual. Caso a mulher note qualquer alteração nas mamas, deverá procurar o médico imediatamente. As mulheres que não menstruam devem eleger um dia no mês para fazer o auto-exame.
O câncer de mama é hereditário?
  • Nem todas as mulheres que desenvolvem câncer de mama têm registros pregressos na família, mas aquelas cujas mães e irmãs já tiveram a doença devem ficar atentas. O risco deve ser considerado ainda quando avós, tias e primas maternas tiveram câncer de mama.
O câncer de mama pode atingir qualquer pessoa, preferencialmente as mulheres, não ignore essas informações, em todo o mundo há registros desta doença, inclusive Pentecoste. Quem é afetado, pode sobreviver e ter uma vida normal. Não desista de lutar, não desista de sua vida. O outubro rosa também serve para lembrar que você não está só.

Com informações do INCA.
Por: André Barros

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster