'Bracinho' é condenado a 24 anos e 3 meses de prisão pelo homicídio da menina Débora Lohany - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 27 de abril de 2019

'Bracinho' é condenado a 24 anos e 3 meses de prisão pelo homicídio da menina Débora Lohany

A criança desapareceu em 27 de março de 2017 e o corpo dela foi encontrado na Via Expressa, 11 dias após o sequestro

Débora Lohany de Oliveira, desapareceu na noite de 27 de abril de 2017, enquanto brincava na rua, no bairro Aerolândia.Foto: Reprodução/VC repórter

Walderir Batista do Santos, conhecido como 'Bracinho', foi condenado a 24 anos e 6 meses de prisão pelo homicídio qualificado da menina Débora Lohany de Oliveira, de 4 anos de idade. A 5ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, proferiu a decisão por volta das 22h45min desta sexta-feira (26), depois de pouco mais de 12 horas de julgamento

A menina Débora Lohany foi sequestrada na noite do dia 27 de março de 2017, enquanto brincava na calçada de casa, entre a Rua Alecrim e a Avenida Raul Barbosa, no bairro Aerolândia. No dia 7 de abril do mesmo ano, 11 dias após o desaparecimento da garota, o corpo foi encontrado na Via Expressa, próximo à Av. Pontes Vieira. 

Em 13 de abril de 2017, seis dias após a localização do corpo da menina, 'Bracinho' foi preso pela Polícia Civil, no Piauí. De acordo com a denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE), ele matou Débora Lohany por desavenças com a família da criança. O caso teve grande repercussão na imprensa e gerou comoção na população cearense.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!