Em mutirão, comunidade retira lixo acumulado no rio Pacoti - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Em mutirão, comunidade retira lixo acumulado no rio Pacoti

As garrafas pet e as sacolas plásticas encabeçaram a lista dos resíduos mais encontrados na manhã de ontem, na margem do rio Pacoti. Sem destinação correta, o lixo polui o manancial e põe em risco fauna e flora locais, além de impactar na vida da população ribeirinha. Moradores das comunidades de Mangabeira e Precabura participaram da 2ª Mobilização Ambiental do Rio Pacoti, na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Pacoti. A ação foi coordenada pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) em alusão ao Dia de Limpeza de Praias, Rios e Lagoas. 

A data é comemorada, anualmente, no último final de semana de novembro. A ação foi executada ontem em virtude da maré baixa, que facilita a coleta. Também foi realizada a segunda edição da Regata de Bote no Rio Pacoti, com a participação dos pescadores da Colônia de Pescadores Z-28. Após a disputa, cada um dos 15 competidores recebeu uma cesta básica doada pela associação. Luzilene Sabóia, gestora da APA do Pacoti, conta que o ponto principal da ação da limpeza na região foi sensibilizar os moradores e visitantes para os prejuízos da grande quantidade de resíduos sólidos jogados e a importância da preservação do manguezal.

"Aqui na APA nós estamos tentando trabalhar muito com as comunidades que ficam mais próximas. A questão de resíduos sólidos ainda é muito séria. Não é a comunidade que está levando, são as pessoas que vêm visitar o rio e não têm a consciência de pegar o lixo que produziu e levar de volta. Principalmente turistas e pessoas do entorno. Quando a maré fica alta, traz muito lixo".

O manancial é essencial para a subsistência da população, como relata o pescador Adriano Soares, 46. "Temos que manter os rios limpos. Nós que somos pescadores temos o manejo da limpeza, mas muitas pessoas não têm. O rio é uma mãe para a população, para os pescadores, marisqueiras. Os carros passam na ponte e jogam lixo dentro do rio. A gente vai catando, mas em partes de manguezal fechado não conseguimos", diz.

Gabriela Ferreira, 10, sempre participa das ações de limpeza. "Tem muita tampinha, sacola. Já achamos até privada. Minha mãe desde pequena me ensina a limpar. A gente junta o pessoal e vai todo mundo. A gente aproveita e toma banho também", conta.

A programação contou com o apoio da Associação de Amigos e Moradores de Mangabeira e Adjacência (Amam), Associação de Moradores da Precabura (Amapre), Associação da Encantada e da unidade do Eusébio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

QUANTIDADE

O mutirão de ontem, 2, retirou do rio lixo suficiente para encher oito sacos de 100 litros.

APAS PACOTI E BATURITÉ

No Rio Pacoti estão inseridas duas unidades de conservação, a APA de Baturité e a APA do Rio Pacoti. Entre elas se encontra o Corredor Ecológico do Rio Pacoti, que abrange 10 municípios.

A APA do Rio Pacoti foi instituída pelo Governo no ano de 2000. A unidade de conservação abrange uma área de 2.914,93 hectares e é composta principalmente por extensos manguezais e campos de dunas, abrigando rica biodiversidade. A área abrange os municípios de Fortaleza, Eusébio e Aquiraz. A unidade está situada na foz do Rio Pacoti, um dos importantes mananciais para o abastecimento da Bacia Metropolitana de Fortaleza. Além de ser fundamental para a sobrevivência de várias espécies da flora e da fauna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!