Grupo invade escola, agride vigilante, rouba equipamentos e come toda a comida do local - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Grupo invade escola, agride vigilante, rouba equipamentos e come toda a comida do local

Três homens armados invadiram, na madrugada nesta terça-feira (17), a Escola Municipal Manuel Eduardo Pinheiro, no Bairro Sabiaguaba, em Fortaleza.

Segundo um funcionário da escola, que prefere não se identificar, o trio armado com revólveres rendeu e agrediu o vigilante, roubou computadores, aparelhos de televisão, material didático e, na saída, comeu toda a comida de professores e alunos.

“Nossa escola foi invadida, levaram tudo, o vigia está machucado. Estão todos assustados. Bateram no vigilante e o deixaram só de cuecas. Levaram ainda televisões e computadores. Até o lanche dos professores eles comeram. Comeram toda a comida antes de deixar a escola”, afirmou o funcionário. Ele relata também que o trio fez pichações dentro das salas de aulas e nos azulejos dos banheiros enaltecendo a facção criminosa Guardiões do Estado (GDE). 

Ainda de acordo com o funcionário, após a saída dos bandidos, os professores ligaram para a Polícia, que demorou a chegar.

O professor da escola, Daniel Paixão, lamentou o crime, pois os assaltantes levaram material didático utilizado pelos docentes nas aulas. “Situação muito complicada mesmo apesar da escola estar em uma comunidade tranquila. E ontem (terça-feira) foi surpreendida pela violência. “Além de agredir o vigilante, eles levaram alguns bens preciosos da escola. Levaram material que usamos no ensino pedagógico nas aulas”.

Daniel diz também que, por causa do assalto, as aulas para alguns alunos foram canceladas. "As aulas estão suspensas em parte por causa do ocorrido. Porque muitos alunos nervosos ligaram para os pais e eles vieram buscar os filhos”.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para o órgão passar mais detalhes sobre o ocorrido, mas até a publicação da matéria a nota não tinha sido enviada. A Secretaria Municipal da Educação (SME) afirmou que só vai se pronunciar por meio de nota também não divulgada.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a PM "atua na área com equipes do Policiamento Ostensivo Geral (POG) e do motopatrulhamento, além de composições da Força Tática (FT)". Além disso, equipes do Grupo de Segurança Escolar (GSE) e do Grupo de Segurança Comunitária (GSC) "reforçam o patrulhamento pelas vias do bairro e nas proximidades da escola". A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) está investigando o crime. 

Já a Secretaria Municipal da Educação (SME) afirmou que "está tomando todas as providências cabíveis para garantir o reforço à segurança na escola e o apoio ao profissional atingido 'pela ação criminosa'. A equipe de Mediação Social esteve na escola e está em contato com a gestão escolar da unidade. Também foram acionados o Grupo de Segurança Escolar da Polícia Militar e a equipe da Inspetoria de Segurança Escolar da Guarda Municipal, que realiza patrulhamentos, permanências e trabalhos preventivos nas escolas municipais de Fortaleza. A SME espera que sejam realizadas as devidas apuração e investigação e que os culpados sejam identificados e punidos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!