Prefeito de Uruburetama é acusado de abusos durante consultas; três pacientes gravam depoimentos - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Conheça a UNIASSELVI – Graduação e pós-graduação presencial e EAD

terça-feira, 13 de março de 2018

Prefeito de Uruburetama é acusado de abusos durante consultas; três pacientes gravam depoimentos

O ginecologista e prefeito do município de Uruburetama, José Hilson de Paiva, de 69 anos, foi denunciado ao Conselho Regional de Medicina do Ceará (CRM-CE), na última sexta-feira (09), por realizar filmagens no consultório particular sem a autorização das pacientes. Nos vídeos divulgados nas redes sociais, o médico faz sexo, aparentemente de forma consentida, com uma mulher em um posto de saúde e com outra em sua clínica de consultas

Dr. Hilson negou as acusações e, ainda na última quinta-feira, 8, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) se dizendo vítima de uma tentativa de extorsão por parte de um empresário. De acordo com o documento, um empresário teria ido em sua residência com o material de imagens íntimas e tentado fazê-lo assinar uma carta-renúncia do cargo no executivo. No Boletim, o prefeito diz não saber como conseguiram colocar câmera ou outro meio de captar as imagens dentro de sua clínica. Ele ainda teria pedido para ficar com o material, mas não foi atendido. O plano teria sido criado pelo vereador de Uruburetama Alexandre Nery, filho do vice-prefeito.

Após a repercussão do caso em Uruburetama e divulgação pela imprensa estadual, mulheres que já passaram pelas mãos do ginecologista gravaram vídeos denunciado abusos que teriam acontecido no passado durante consultas. 

Francisca das Chagas Rodrigues de Sousa divulgou vídeo denunciando ter sido abusada ao buscar atendimento: "Tinha uma maca, numa sala lá, que era consultório dele, ele pediu para eu ficar de banda, fechar os olhos e colocar a língua para dentro e para fora. Quando eu notei, eu estava colocando a minha língua no pênis dele. Eu fique apavorada, eu nunca falei, porque na época eu era casada e eu fiquei com vergonha. É tanto que eu nunca mais me consultei com ele. Isso que aconteceu comigo, aconteceu com várias mulheres", contou Francisca, que buscou o atendimento ao notar um nódulo em seu peito.

Segundo Edvânia Teixeira Felix, conhecida como "Lora", Dr. Hilson cometeu abusos durante procedimentos para tratar de duas cirurgias que ela havia feito nos seios. Ela conta que ele chegou a ejacular em sua boca.

Maria Eleonelda também diz ser vítima. "Ele mandou eu tirar a roupa, eu disse que não tirava. Aí, ele apertou os meus seios para ver se tinha caroço, ficou apertando, mandou eu abrir as pernas bastante para ver se tinha alguma coisa. E eu senti que ele estava com a 'bicha' dura, né. Eu não falei com o pai dos meus filhos, que era o homem que eu vivia com ele, porque eu sabia que, se eu falasse para ele, ele ia querer fazer alguma coisa com ele. E eu também fiquei com medo porque ele disse que ele era autoridade. Quem era eu, na frente dele? Eu não era nada". "Eu peço a todas as mulheres que já passou na mão dele, porque agora é a hora, né. E se acontecer alguma coisa, foi ele, porque ele tem o mode fazer com todo mundo e ele ameaça, né, de mandar os capangas matar as pessoas".

O caso deverá ser levado à Câmara Municipal. Segundo decreto lei nº 201, no Artigo 4º, inciso 10º, o prefeito perderá o mandato ao "proceder de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo". Acompanhe no vídeo a seguir imagens do momento das relações sexuais filmadas pelo prefeito e o depoimento de vítimas.
Por André Barros
Editor do Blog Notícias de Pentecoste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!