quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Após assassinato de presos em Cadeia Pública, Presídio Feminino também registra motim nesta quinta-feira

Algumas presas foram expulsas das celas por outras e ameaçadas, tendo que ser transferidas 

Duas internas do Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, situado no Município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, ficaram feridas em conseqüência de uma rebelião ocorrida no fim da manhã desta quinta-feira (10). O motim ocorreu horas após a morte de três detentos em outra unidade do Sistema Penitenciário do Ceará, a Cadeia Pública do Município de São Gonçalo do Amarante, também na RMF (a 55Km da Capital).

Segundo a Secretaria da Justiça e da Cidadania do estado do Ceará (Sejus), responsável pela administração do Sistema Penitenciário cearense, o incidente do “Auri Moura Costa” teve início quando duas detentas entraram em discussão e iniciaram uma briga. As duas são abrigadas em Vivências distintas, mas acabaram se encontrando no pátio.

Feridas

Logo, a confusão se espalhou pela cadeia inteira. As presas queimaram colchões e tentaram danificar as celas e invadir outras dependências da unidade, mas foram contidas por agentes prisionais e policiais militares de plantão. Também como reforço foi acionado o Grupo de Apoio Penitenciário (GAP). Pelo menos, duas internas precisaram de socorro médico. Elas foram levadas para o ambulatório do próprio presídio onde foram medicadas e recolhidas às celas.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster