sábado, 15 de julho de 2017

Votação da denúncia contra Michel Temer pode acontecer só em setembro

A votação do relatório que pede o arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer pode não acontecer no início da volta do recesso parlamentar, em agosto. A dificuldade em mobilização de quórum suficiente para votação, Temer já admite a possibilidade de adiar a decisão para setembro, informa a edição deste sábado (15) da Folha de S. Paulo.

De acordo com líderes governistas, o presidente tem pouco mais de 250 deputados a seu favor – menos do que os 342 necessários para que a base aliada consiga sozinha o quórum para começar a deliberar sobre o caso.

Pela regra, se o Planalto conseguir 172 votos, a denúncia é barrada, mas a votação só é válida se 342 parlamentares registrarem presença na sessão.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster