quinta-feira, 13 de abril de 2017

Cid escapa da lista de Janot, mas deve ser investigado por fraude no Castelão

O ex-governador do estado do Ceará, Cid Ferreira Gomes (PDT), tem um motivo para sorrir e outro para se preocupar neste feriadão de Páscoa. Está feliz por seu nome não aparecer na lista dos 108 alvos que deverão ser investigados pela Polícia Federal, já que não foi incluído nos pedidos de inquérito feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, abertos ontem pelo ministro Edson Fachin, do Superior Tribunal Federal (STF), relator da “Operação Lava Jato”.

No entanto, vai ter ainda muita “dor de cabeça”, pois deverá ser alvo de investigação por irregularidades nas obras de construção da Arena Castelão. Como o Ceará News 7 havia anunciado, a Andrade Gutierrez detalhou cartel de empreiteiras para fraudar licitações em estádios da Copa, tendo a participação Carioca Christiani Nielsen Engenharia S/A, Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A, Construtora OAS S/A, Construtora Queiroz Galvão S/A, Odebrecht Investimentos em Infraestrutura.

Essas empreiteiras são as principais envolvidas no esquema criminoso de pagamento de propinas a políticos brasileiros em troca de privilégios em licitações para obras de grande porte no país nos últimos anos.

Ex-governador

Cid Gomes escapou, a princípio, das mãos do Supremo Tribunal Federal, muito embora não se saiba se seu nome foi definitivamente apagado da lista de Fachin, porque existem “outros pedidos” em sigilo. Contudo, é certo que em relação ao recebimento de propina de empreiteiras no Castelão, o caso do irmão de Ciro e Ivo irá parar na Justiça Federal do Ceará e terá como julgador o juiz federal Danilo Fontenele.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster