quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Justiça dá prazo para INEP se explicar por suposto vazamento


O juiz José Vidal Silva Neto, da 4ª Vara Federal do Ceará, concedeu, nesta terça-feira (08), um prazo de 24 horas para que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixera (Inep), preste esclarecimento a respeito da ação do Ministério Público Federal (MPF) no Ceará que pede a anulação da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 por suposto vazamento do tema.

A intimação do Inep ocorreu às 14h44 (horário de Brasília). Dessa forma, o órgão tem até o mesmo horário desta quarta-­feira (09) para se pronunciar a respeito da ação civil pública do promotor Oscar Costa Filho, que questiona a lisura do processo por conta da descoberta de candidatos que, segundo a Polícia Federal (PF), sabiam o tema da prova dissertativa e entraram no local das provas com escutas.

Em nota publicada nessa segunda-­feira (7) em seu site oficial, o Inep, junto à PF, havia declarado “empenho para apurar os fatos, garantindo que não haja prejuízo aos participantes do Enem 2016”. 

Com informações da Agência Brasil e do G1

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster