sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Manobra Política: Prefeito de Madalena renuncia ao cargo após série de afastamentos


O prefeito do Município de Madalena, Zarlul Kalil Filho, renunciou ao cargo na tarde da última quinta-feira (20). O comunicado foi feito através de um ofício enviado ao presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Paulo Cezar Rocha Carneiro, com assinatura do prefeito renunciado e registrado em cartório. Com a renúncia, o vice-prefeito de Madalena, Eurivando Vieira, deve assumir o cargo.

A decisão foi comunicada no início da tarde. No ofício, Zarlul Kalil diz que seu afastamento se dá por decisões de "ordem pessoal". "Desta forma, ratifico meu mandato ao prefeito de Madalena-CE de forma irrevogável e irretratável", finalizou ele.


Entenda o caso

Os afastamentos envolvendo Zarlul Kalil se arrastam desde o final de 2014. De acordo com o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) ele e todos os secretários municipais de Madalena foram afastados dos cargos em novembro daquele ano através da operação “Caixa Preta”. Desencadeada com a ajuda a Polícia Civil, a operação investigava fraudes em licitações realizadas pelo Município em 2013 e 2014 e que podiam chegar a quase R$ 7 milhões.

Findado o prazo, o MPCE solicitou um novo afastamento, por 90 dias, a contar de maio deste ano, quando se encerrava o período de 180 dias do primeiro afastamento. Na época, o MPCE solicitou a prorrogação do prazo por conta de graves denúncias dando conta de que os gestores, mesmo afastados, continuavam exercendo influência política e faziam ameaças a pessoas que se colocavam contra ao retorno deles aos cargos, incluindo agentes políticos.

Zarlul recorreu da decisão e entrou com um recurso de Agravo de Instrumento e retornou à prefeitura no dia 18 de junho. No último dia 6 de outubro deste ano, o juiz substituto titular da Comarca de Madalena, Rogaciano Bezerra Leite Neto, determinou um novo afastamento cautelar do prefeito pelo período de 65 dias. Na quinta, Zarlul Kalil cedeu e renunciou.

Decisão

O prefeito renuncia ao cargo 18 dias após o resultado das eleições deste ano, em que foi derrotado nas urnas com 5.496 votos de diferença pela candidata de oposição, Sônia Oliveira Costa. A decisão ocorre seis dias após eleitores de Madalena entrarem com um pedido de cassação do mandato de Zarlul.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster