quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Inquéritos da Odebrecht serão distribuídos para Estados e processo contra Cid Gomes pode prescrever



Pouco mais de sete meses após ter sido citado em listão da Odebrecht como possível beneficiário de R$ 200 mil de propina da empreiteira, o ex-governador do Ceará, Cid Gomes, enfim pode dormir aliviado. Reportagem da Folha de S. Paulo desta terça-feira (11) informa que a delação premiada negociada entres os executivos da empresa e integrantes da Lava Jato, deve originar mais de cem inquéritos espalhados pelo país. 

O desmembramento ocorre por decisão do ministro Teori Zavascki, que tirou da força-tarefa inquéritos não vinculados ao esquema na Petrobras. Dessa forma, investigadores sustentam que não há como garantir que os processos corram sem sigilo.

"Com tantos filhotes distribuídos em diferentes Estados e esferas judiciais, a força tarefa em Curitiba teme que a pulverização limite a transferência dos casos, desacelere o ritmo das investigações e resulte em prescrição de crime", destaca a reportagem.

Ceará News 7

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster