quarta-feira, 20 de julho de 2016

Açude Pereira de Miranda e você

Cerca de 0.90% da sua capacidade é o que resta de água no açude Pereira de Miranda.

Com cerca de 0.90% de sua capacidade e já atingindo seu volume morto, o Açude Pereira de Miranda é vítima de várias agressões, desde poluição por dejetos, uso de maneira inapropriada, destruição da vegetação de suas margens e assoreamento.
Embora a água do açude esteja acabando, ainda há pessoas desperdiçando e usando de forma descontrolada. Lavar carros, calçadas e aguar plantas de modo como se estivesse usando a água do mar, é uma ação que afeta toda uma população de seres humanos e animais que dependem desse recurso para sobreviver. 
Pequenas ações fazem uma grande diferença, há exemplo do trabalho do Seu Osmar, que com cuidado e dedicação, de forma voluntária, juntou as pedras  soltas e retirou o lixo das margens do açude. E tivéssemos outros Seu Osmar na cidade? Como todos sabem, água é uma fonte de vida, se essa fonte de vida acabar? Esse açude é tanto fonte de vida quanto fonte de renda.

Os próximos dias de vida do açude depende da ação de cada um de nós, podemos estender por mais alguns meses ou acabar em algumas semanas. E se não chover no próximo ano? Pessoas carregando baldes de lama para suas casas não é  só um fato que acontece nos outros países, é uma realidade dessa região. Faça essas perguntas a si antes de usar esse recurso.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster