quarta-feira, 25 de abril de 2012

Famílias confirmam que corpos são dos cinco jovens achados na Bahia

Instituto Médico Legal (IML) começa a liberar os corpos no início da tarde. 
Universitários desapareceram há cinco dias depois de partirem do ES.
Do G1 BA
Carro de jovens desaparecidos foi encontrado dentro do
Rio Mucuri, na Bahia (Foto: PRF/Divulgação)

Os corpos dos cinco jovens que estavam desaparecidos há cinco dias durante viagem que partiu do Espírito Santo foram reconhecidos nesta quarta-feira (25) pelos familiares no Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia, de acordo com a órgão.

André Galão, 28 anos, e Marlonn Amaral, 21 anos, foram os primeiros com identidades certificadas por parentes.Os procedimentos de necropsia e reconhecimento das três jovens também foram concluídos pouco antes de meio-dia; são elas Izadora Ribeiro, 21 anos, Rosaflor Oliveira, 24 anos, e Amanda Oliveira, 24 anos. Por volta das 13h, os corpos das vítimas estão sendo liberados pelo órgão; o destino de cada um será definido pelas famílias.


Segundo o IML, todos os cinco jovens já se apresentavam em decomposição pelo tempo extenso que permaneceram sem socorro depois do acidente. No entanto, o órgão diz que as famílias conseguiram perceber características físicas em cada uma das vítimas. Apenas um rapaz foi reconhecido pelo documento de identidade.

A perícia informa que há suspeita de que o acidente teria ocorrido no mesmo dia em que eles partiram do Espírito Santo, na sexta-feira (20). O carro com os jovens só foi encontrado pela equipe de resgate cinco dias depois, na noite de terça-feira (24), dentro do Rio Mucuri, que passa na cidade homônima. O grupo saiu do Espírito Santos para a cidade de Prado, na Bahia, e, até o momento, a perícia acredita que os jovens tenha se envolvido em um acidente de carro. Quatro deles foram encontrados dentro do veículo, modelo Punto, e um deles estava deitado na vegetação do local na noite do resgate.

Carro foi encontrado destruído; polícia suspeita de
acidente (Foto: Leandro Nossa/G1ES)

A polícia inicia as investigações com a hipótese de acidente de trânsito, que teria ocorrido em uma curva perigosa. A conclusão é embasada pelas das condições do veículo e dos cálculos de distância e frenagem realizados no local.

O perito Alexson Magalhães informa que foram achados documentos do proprietário e de objetos pessoais no interior do carro, que conferem com os descritos por parentes dos jovens. Magalhães fez parte da equipe de quatro peritos da polícia técnica que participaram das buscas e da captura. Segundo ele, as vítimas que estavam dentro do carro utilizavam cinto de segurança no momento em que foram encontradas.

"Ainda vamos aguardar os resultados dos exames de necropsia, que poderão acusar algum sinal de violência nos corpos e levantar alguma suspeita de crime, mas, a princípio, trabalhamos com a hipótese de acidente, visto que o carro foi encontrado em uma distância muito grande do ponto de frenagem, o que pode configurar um excesso de velocidade, seguido de capotamento", afirma.

Malas  foram localizadas no veículo pelas equipes de resgate (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

Retirada de carro foi finalizada por volta das 3h da madrugada (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)

Buscas
De acordo o capitão Anilton Almeida, do 13º Batalhão da Polícia Militar (PM) de Teixeira de Freitas, o veículo modelo Punto, placa OBC-9685, foi encontrado submerso no Rio Mucuri. Ele informou que um corpo foi localizado às margens do rio. A polícia do Espírito Santo avisou às famílias. Cerca de 60 homens trabalharam no resgate, com contingentes das polícias da Bahia e do Espírito Santo, Corpo de Bombeiros, IML, além da equipe da Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica (Caema).

Boato
Na manhã de terça-feira (24), a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) chegou a informar que um carro com cinco corpos havia sido encontrado na localidade de Juerana, próximo a Posto da Mata, em Nova Viçosa. Mas o superintendente de Polícia do Interior, Danilo Bahiense, sobrevoou o local e não confirmou o fato.

Bahiense afirma que o que motivou as buscas foi "um boato". "Recebemos a informação e fomos ao local para checar. Sobrevoamos a região de helicóptero e o coronel também nos auxiliou, de carro, mas foi boato. Não encontramos nada", disse.

Desaparecimento
Os cinco jovens que seguiam do Norte do Espírito Santo para Prado, na Bahia, na última sexta-feira (20), desapareceram antes de chegar ao destino. Os universitários de São Mateus e Colatina saíram do Espírito Santo às 19h e foram vistos pela última vez em um posto de combustíveis em Pedro Canário.
Jovens desapareceram na última sexta-feira (20). (Foto: Reprodução / TV Gazeta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Produzido por ESG WEB MASTER