Marco Aurélio, do Supremo, manda soltar chefe do PCC em São Paulo - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 10 de outubro de 2020

Marco Aurélio, do Supremo, manda soltar chefe do PCC em São Paulo


 

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liberdade a André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, considerado pela Justiça um dos principais traficantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção paulista que atua dentro e fora dos presídio paulistas. 

Macedo foi preso em setembro de 2019 após ser localizado em uma mansão, na cidade de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Ele é apontado pela Justiça como um dos principais líderes do PCC no Brasil e comandava o envio de drogas para a Europa pelo Porto de Santos, no litoral sul de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, a droga era enviada para a Calábria, na Itália, e de lá distribuída para todo o continente europeu.

Para o ministro, Macedo está preso sem sentença condenatória definitiva, excedendo o limite de tempo previsto na legislação brasileira. O Habeas Corpus foi proferido em 2 de outubro, na semana passada. 

“Advirtam-no da necessidade de permanecer em residência indicada ao Juízo, atendendo aos chamados judiciais, de informar possível transferência e de adotar a postura que se aguarda do cidadão integrado à sociedade”, afirma Marco Aurélio na decisão. 

Macedo foi condenado no âmbito da Operação Overseas a 14 anos de prisão, em regime fechado, pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, com agravante de crime internacional, e financiamento para o tráfico. Segundo o Ministério Público Federal em Santos, ficou provado que ele integra grupo criminoso.

Em junho deste ano, a 10ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região atendeu um pedido da defesa e diminui a pena para 10 anos, 2 meses e 15 dias de reclusão, mas manteve a prisão preventiva. Quando Macedo foi preso, foram apreendidos na mansão em que ele estava um helicóptero, avaliado em cerca de R$ 7 milhões, e uma lancha, avaliada em cerca de R$ 6 milhões, entre outros bens. 

Procurada pela CNN, a Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo (SAP) afirmou que, até o fim da tarde desta sexta-feira (09), a direção da Penitenciária II de Presidente Venceslau não recebeu alvará de soltura em favor de Macedo.


CNNBrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!