Hospital de campanha do PV pode ser desativado em setembro com queda nos casos de Covid-19 - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 15 de agosto de 2020

Hospital de campanha do PV pode ser desativado em setembro com queda nos casos de Covid-19

Estrutura e equipamentos são mantidos mesmo sem pacientes há 15 dias e deve ficar assim no período de observação da demanda por internações em Fortaleza.

Por Lucas Falconery e Ana Beatriz Farias, G1 CE

Hospital de campanha do PV não tem pacientes internados

O Hospital de Campanha do Presidente Vargas pode ser desativado entre 30 e 45 dias, período para análise da demanda por leitos de atendimento em Fortaleza, como informou a Secretária de Saúde do Município, Joana Maciel. Em entrevista nesta sexta-feira (14), a gestora fez balanço positivo da estrutura e disse ser necessário entender a variação dos números da infecção para determinar o fechamento da unidade previsto para setembro.

O equipamento temporário de saúde está funcionamento desde o dia 18 de abril e foi construído de forma emergencial como reforço de vagas de enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) devido à pandemia de Covid-19. Os últimos pacientes foram atendidos em 30 de julho. Na ocasião, eram acompanhados cinco pacientes - dois deles em UTIs, como registra a plataforma IntegraSUS.

Mesmo com a queda na procura por atendimentos, registrada de forma sustentada há seis semanas, como destaca Joana Maciel, o fechamento da unidade depende da variação da taxa de infecção. “Nós estamos em situação de estabilidade, no entanto a epidemia ainda não desapareceu e por isso a gente ainda não desmobilizou o PV. Ele está com a sua estrutura física e de equipamentos, mas sem profissionais e sem pacientes”, detalha.

“A gente está numa situação de controle, mas que é importante o uso das máscaras, o distanciamento, a higienização das mãos, não ter contato com pessoas com síndromes gripais, isso é muito importante para continuar nessa situação. Em continuando, em 30 a 45 dias poderemos, sim, desativar plenamente o hospital de campanha Presidente Vargas."

O contrato de gestão das equipes de saúde atuantes na unidade de saúde foi encerrado no dia 8 de agosto e esses profissionais foram dispensados. “Nós começamos (a construção) no dia 23 de março e 18 de abril estávamos recebendo o primeiro paciente. Tivemos o pico da doença, aqui em Fortaleza, na última semana de abril e nas duas primeiras semanas de maio, ou seja, quando a população o Hospital de Campanha do PV estava em pleno funcionamento”, reflete.
Hospital Emergencial de Campanha do Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. — Foto: Divulgação

Joana Maciel indica que nos dias mais críticos o equipamento recebeu um paciente a cada 30 minutos - 48 pessoas em 24h. “Felizmente, a gente pôde evitar tragédias. Lamentamos as mortes que aconteceram no PV e na nossa cidade, infelizmente tivemos um número de óbitos considerável, mas o Hospital do PV cumpriu o seu papel”, conclui.

Os primeiros registros da doença aconteceram no dia 15 de março no Ceará e desde então são 195.546 diagnósticos positivos da Covid-19 e 8.119 óbitos pela doença, como contabiliza a plataforma IntegraSUS, na manhã desta sexta-feira (14). São 165.827 pessoas recuperadas da infecção no Estado.
Hospital de Campanha do PV está sem interações por coronavírus — Foto: Fabiane de Paula / SVM

Taxas em queda

Em Fortaleza, a média de óbitos por Covid-19 caiu de 88, na semana do pico da transmissão da doença, para 2,6 ao dia na semana passada. Os números mantêm tendência de queda desde o pico da doença,em maio. As informações foram divulgadas pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), na tarde desta quarta-feira (12), em transmissão ao vivo por redes sociais.

Em relação às internações, tanto em enfermarias, quanto em unidades de terapia intensiva (UTIs), Fortaleza chegou a registrar uma média de quase 113 internamentos por dia na semana de pico da pandemia. Na semana passada, a média caiu para quatro pacientes.


"No pior momento, que foi a 20ª semana, a gente chegou a ter uma média de quase 113 internamentos por dia. A gente vem numa tendência de queda desde então, que é da 20ª semana até a 33ª, que é a semana que nós estamos", afirmou Roberto Cláudio na transmissão.

Covid-19 no Ceará

De acordo com a última atualização do IntegraSUS, às 9h29 desta sexta-feira (14), o Ceará contabiliza 195.546 casos confirmados de Covid-19, com 165.827 recuperados e 8.119 óbitos desde o começo da pandemia.

Veja outros dados atualizados sobre a pandemia no estado:

A taxa de ocupação das UTIs cearenses é de 60,55%;

taxa de ocupação das enfermarias cearenses é de 36,67%;

A letalidade da doença no Estado é de 4,2%

Houve 11 mortes confirmadas nas últimas 24 horas.

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!