Festa de pagode 'no sigilo', em Fortaleza, reúne multidão em espaço fechado, contrariando normas de distanciamento - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 15 de agosto de 2020

Festa de pagode 'no sigilo', em Fortaleza, reúne multidão em espaço fechado, contrariando normas de distanciamento

Segundo a Polícia Militar, um equipamento de som foi apreendido e alguns dos presentes foram encaminhados à delegacia
Por G1 CE



Festa ilegal gera aglomeração no Bairro Cambeba, em Fortaleza

Aglomeração, pessoas sem máscara, espaço lotado e fechado. O que parece um cenário impossível em meio à pandemia do novo coronavírus no Ceará e no mundo foi registrado na noite dessa sexta-feira (14) em um evento clandestino no Bairro Cambeba, em Fortaleza. O ‘Pagode no Sigilo’, como o próprio evento se intitula, foi flagrado na Avenida Engenheiro Agrônomo José Guimarães por uma equipe do G1. No local, muitos beberam, dançaram e conversaram alheios às regras vigentes de distanciamento social no estado.

Por volta das 22h, a reportagem chegou ao espaço do evento, que tem sido amplamente divulgado nas redes sociais. Em um perfil aberto de uma rede social, com mais de 800 seguidores, a primeira publicação sobre a festa foi realizada no dia 25 de julho, enquanto a mais recente foi feita ainda na noite de sexta (15). Entre os comentários, dezenas de questionamentos sobre onde seria o local da aglomeração. Nas respostas, administradores da página afirmavam que as informações sobre horário e endereço seriam repassadas privadamente.

Já na entrada, fila grande de pessoas aguardando. Ao questionarem sobre a intenção de ingressar no evento, pessoas no local foram informadas sobre a impossibilidade, visto que, segundo a segurança, o espaço já estava completamente “lotado”. Mesmo assim, logo depois de argumentar, alguns foram liberados sem nenhum cuidado com os protocolos de segurança estipulados para evitar a disseminação da Covid-19.

Atualmente, o decreto do Governo do Estado do Ceará, renovado no dia 14 de agosto, confirma que Fortaleza continua na fase 4 de reabertura das atividades econômicas, ainda com a necessidade de manutenção do isolamento social. Segundo o documento, continua em vigor o dever geral de utilização de máscaras por todos os habitantes do Ceará que precisem deixar a residência e os eventos, conhecidos como espaços de propagação da doença, seguem sob proibição.

Até a manhã deste sábado, 197.293 casos de Covid-19 foram confirmados em solo cearense e 8.127 pessoas morreram por complicações causadas pela doença. Desde o início da pandemia, 577.866 confirmações foram realizadas após testes para detecção do vírus. No total, 267.024 pessoas já se recuperaram.

Dispersão

Ainda antes das 23h, uma equipe da Polícia Militar compareceu ao local do ‘Pagode no Sigilo’ para encerrar o evento e dispersar os presentes. Com a chegada da viatura e com a abordagem dos policiais, todos que estavam dentro do espaço foram retirados. De acordo com a PM, um equipamento de som foi apreendido e algumas pessoas conduzidas à delegacia próxima depois de se recusarem a sair do evento.

Na manhã deste sábado (15), como a Polícia Militar não possui autorização para fechar permanentemente o estabelecimento, ação que cabe à Prefeitura de Fortaleza e aos órgãos de fiscalização, o local voltou a reabrir. “O trabalho da Polícia é especialmente de orientação para que a gente faça a dispersão dessas aglomerações efetivamente. Caso ocorra essa resistência, aí sim, a ação da polícia tem que ser mais enérgica, o que pode acabar com essas pessoas na delegacia, nesse caso", comentou o tenente Dummar Thomeny.

Ele também afirma que a fiscalização depende tanto dos órgãos municipais e estaduais como da população. "Nós precisamos do cidadão e chamamos o próprio povo para que possam ajudar a Polícia Militar fazendo as denúncias sobre esses lugares", reitera ao lembrar que o número 190 também funciona para esses casos.

Após contato do G1, a organização do evento informou que eles não se pronunciariam sobre o assunto.

Casos no Ceará

Além das mortes e casos confirmados, o Ceará registra 88.219 casos em investigação e 615 mortes suspeitas. Já foram realizados 557.453 testes para identificar o novo coronavírus. O número de notificações chegou a 577.866 e o de pessoas recuperadas a 167.024


Plataforma aponta que as maiores incidências de casos confirmados são registradas em:

Acarape (8.942,3)
Frecheirinha (7.738,8)
Groaíras (6.044,5)
Chaval (5.953)
Moraújo (5.353)

Fortaleza concentra os maiores números absolutos: 44.896 diagnósticos positivos e 3.758 óbitos. A capital está na terceira semana seguida com menos de 10 mortes pelo novo coronavírus por dia, e tem incidência de 1.681,9.

Em seguida, em número de casos, está Juazeiro do Norte, com 12.560 diagnósticos positivos, 241 mortes e uma incidência de 4.580,5.

Sobral, na Região Norte, contabiliza 10.603 confirmações da doença, 292 mortes e uma incidência de 5.074,8. A partir de segunda-feira (17), a macrorregião de Sobral entra na fase 3 do plano de reabertura econômica. Cidades do Sertão Central e do Litoral Leste e Jaguaribe também avançam para a mesma etapa.

Na macrorregião de Fortaleza, Maracanaú contabiliza 5.818 casos, 234 mortes e 2.553 de incidência. Em Caucaia, segunda cidade em óbitos, 5.378 pessoas se infectaram e 326 não resistiram à enfermidade. A incidência na cidade é de 1.488,1.

Maranguape concentra 4.278 casos, 111 mortes e 3.316,8 de incidência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!