Suspeito de integrar organização criminosa do Ceará é preso no Agreste sergipano - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Suspeito de integrar organização criminosa do Ceará é preso no Agreste sergipano

Nas duas passagens pela polícia, o suspeito foi indiciado pelos crimes de homicídio qualificado, associação criminosa, lesão corporal, resistência, desacato, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas.

Por G1 SE

Suspeito de integrar organização criminosa no Ceará foi preso em Sergipe — Foto: SSP/SE/Divulgação

Um homem de 38 anos, que tinha dois mandados de prisão por ser suspeito de coordenar ações criminosas no Ceará foi preso pela Polícia Civil em um imóvel de luxo no município sergipano de Itabaiana nessa quinta-feira (11).

De acordo com as investigações, ele assumiu uma organização que agia contra o patrimônio público e privado após o líder do grupo ser preso.

Nas duas passagens registradas pela Polícia Civil no Ceará, o suspeito preso em Sergipe foi indiciado pelos crimes de homicídio qualificado, associação criminosa, lesão corporal, resistência, desacato, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas. Os mandados judiciais contra ele são referentes aos crimes de homicídio qualificado e por integrar organização criminosa. Pelo homicídio, ele foi condenado a cumprir pena superior a 24 anos.

A operação envolveu o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), a Delegacia Regional de Itabaiana, da Polícia Civil de Sergipe, a Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas (Draco), da Polícia Civil do Ceará.

No momento da prisão, o homem estava acompanhado de duas pessoas. Com ele, foram encontrados documentos falsos. Depois de preso, ele foi conduzido ao Aeroporto Internacional de Santa Maria, em Aracaju, de onde foi transportado pela Polícia Civil do Ceará para Fortaleza e levado para prestar depoimento na sede da Draco.

Plano de fuga frustrado

Segundo a polícia, com a chefia desarticulada e sem acesso à comunicação, outros integrantes do grupo elaboraram um plano de resgate de presos de uma unidade do sistema penitenciário cearense para que retomassem às atividades criminosas. O plano foi traçado com a participação de advogados contratados pela organização, que seriam responsáveis por intermediar as mensagens do grupo criminoso.

Mas foi descoberto e frustrado quando uma advogada foi flagrada no momento em que estava com outro advogado investigado tentando passar um bilhete na boca de um detento. O fato aconteceu quando o advogado e um interno conversavam no parlatório do Centro de Detenção Provisória, no município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. O bilhete continha detalhes do plano de resgate de presos.

Um outro homem, com passagens por roubo com restrição de pessoa e dano qualificado, e com um mandado de prisão em aberto, está foragido. As investigações continuam sendo realizadas pela Polícia Civil do Ceará. A pena para ele foi fixada em 51 anos e 10 meses em regime fechado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!