Grupos de risco devem permanecer em casa durante a retomada das atividades econômicas no Ceará, alerta governo - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Grupos de risco devem permanecer em casa durante a retomada das atividades econômicas no Ceará, alerta governo

O secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista, pediu ainda que empresas mantenham, se possível, os trabalhos em home office. O plano de retomada da economia no estado foi anunciado na quinta-feira (28) pelo governador Camilo Santana.

Por G1 CE


“Os grupos de risco devem continuar em casa", reforça o secretário-chefe da Casa Civil do estado do Ceará, Élcio Batista — Foto: Helene Santos/SVM

O secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista, afirmou na manhã desta sexta-feira (29) que os grupos de risco devem permanecer em casa, mesmo durante a retomada das atividades econômicas, prevista para iniciar na próxima segunda-feira (1°). O plano foi anunciado nesta quinta-feira (28) pelo governador do Ceará Camilo Santana, dando início a uma nova etapa das ações estatais decorrentes da pandemia do novo conoravírus (SARS-CoV-2).

“Os grupos de risco devem continuar em casa. A gente tem que ter uma prioridade para cuidar das vidas das pessoas. Justamente, porque ou elas possuem algum tipo de comorbidade, por exemplo, diabetes e hipertensão. Então, essas pessoas precisam ter um cuidado maior e a gente tem que proteger. Quando eu falo a gente, é a família, é a empresa, que contrata essas pessoas", disse.

O plano de retomada da economia do Ceará começará no dia 1º de junho, quando iniciará um período de transição que durará até o dia 7. Depois, seguirão outras quatro fases, cada uma com 14 dias, com a divisão das atividades liberadas para retomarem por grupos. Já na fase de transição, setores do comércio já poderão funcionar. Escolas estão na última fase, por exemplo.

Batista ainda destacou que o ideal é que as pessoas continuem a se isolar o máximo que puderem. "As empresas que puderem devem continuar a utilizar o home office. Ou seja, o trabalho das pessoas em casa. Todas as empresas que puderem continuar fazendo isso é super importante que continue”, afirmou.

Sobre o funcionamento dos serviços públicos como Detran, Vapt-Vupt, dentre outros, o secretário disse que esses órgãos, neste primeiro momento, não devem abrir para o público. Élcio aconselha o cidadão solicitar os serviços por meio de agendamento.

“Os órgãos públicos como Detran e Vapt-Vupt, por exemplo, que causam grande aglomeração, provavelmente não [funcionarão]. A gente está jogando eles um pouco para segunda fase. E aí sobre isso, é muito importante, nós estamos buscando o máximo possível, no setor público, fazer [serviços] por agendamento", destacou. "Isso vale também para o setor privado”, completou.

Centro de Fortaleza

Sobre o funcionamento das lojas do Centro de Fortaleza na próxima semana, Élcio Batista disse que estabelecimentos que vendem calçados vão poder retomar os trabalhos, já que fazem parte das empresas que englobam a Fase 1 da retomada da economia, com previsão de início no dia 8 de junho.

"Na fase 1 você vai ter as atividades relacionadas a calçados. Neste momento, as lojas que vendem tênis, calçados, sapatos, vão poder abrir. Isso tanto no Centro de Fortaleza quanto nos shoppings de Fortaleza e do estado, dependendo, é claro, sempre da condição de expansão do coronavírus entre as regiões do estado”.

Fases de transição

Também na primeira fase serão permitidas a atuação da indústria química, 30% da cadeia da construção civil em obras com até 100 operários; lojas de construção civil; cadeia da saúde (óticas, escritórios, clínicas de dentistas); e cuidados pessoais, como cabeleireiros e barbeiros.

Todo o processo será avaliado e poderá sofrer mudanças, contudo. Segundo Camilo, o plano de retomada é comportamental, baseada em critério de risco sanitário e outro econômico e social. As fases serão especificadas por decretos.

O anúncio foi feito por meio das redes sociais do governador. Antes, no mesmo pronunciamento, o secretário da Saúde do estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o dr. Cabeto, mostrou gráficos que, segundo ele, demonstram a eficácia do isolamento social na redução do crescimento de casos e óbitos por Covid-19.

Confira abaixo como será o retorno de cada setor da economia durante o plano de retomada econômica no Ceará.

Fase de transição (1/06)

Fase de transição correspondendo aos primeiros sete dias de retomada econômica no Ceará. — Foto: Governo do Ceará

Primeira fase (8/06)
Primeira fase do plano de retomada econômica no Ceará. — Foto: Governo do Ceará

Segunda fase (22/06)
Segunda fase do plano de retomada econômica do Ceará — Foto: Governo do Ceará

Terceira fase (6/07)
Terceira fase do plano de retomada econômica do Ceará. — Foto: Governo do Ceará

Quarta fase (20/07)


Quarta fase do plano de retomada econômica do Ceará. — Foto: Governo do Ceará

Confira alguns destaques do plano de retomada econômica

Escolas

Passam a funcionar na quarta fase do plano, inicialmente a partir de 20 de julho

Igrejas e templos

Entre 22 de junho e 5 de julho podem funcionar com 20% de sua capacidade
Entre 5 e 19 de julho podem funcionar com 50% de sua capacidade
A partir de 20 de julho podem funcionar com 100% da capacidade

Salões de beleza e barbearias

A partir de 1º de junho poderão funcionar com 30% de sua capacidade
A partir da terceira fase poderá funcionar com 100% de sua capacidade

Academias, clubes, shows e espetáculos

Poderão funcionar com 100% da capacidade na quarta fase do plano, inicialmente a partir de 20 de julho

Shoppings

A abertura dos estabelecimentos nos shoppings segue a ordem de abertura de cada setor de comércios e serviços, contando a partir da primeira fase do plano, inicialmente prevista para 8 de junho

Cinemas

Poderão funcionar com 100% da capacidade na quarta fase do plano, inicialmente a partir de 20 de julho

Treinos dos times de futebol

Também em 1º de junho poderão volta a treinar atletas de esportes individuais

Transporte

Metrofor e transporte rodoviário na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) estão na fase de transição e voltarão a funcionar a partir de 1º de junho com 30% da capacidade
Transporte rodoviário interestadual, excursões e locação de automóveis fazem parte da 4ª fase da retomada, a partir de 20 de julho

Números no Ceará

O número de mortes provocadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) chegou a 2.671 nesta quarta-feira (27) no Ceará. Os casos de infectados pela Covid-19 atingiu 37.275 pessoas até as 17h21, última atualização da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde.

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!