Polícia descobre laboratório de cocaína em oficina mecânica na BR-116 - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Polícia descobre laboratório de cocaína em oficina mecânica na BR-116

A Polícia Civil apreendeu 3,1 quilos de cocaína, 2,9 quilos de maconha, 3,5 quilos de creatina - utilizada para desdobramento de cocaína - e 4,5 mil pinos plásticos. (Foto: Leonardo Maia / Especial para O POVO)
A Polícia Civil desativou nesta terça-feira, 11, um laboratório de refino de cocaína no bairro Aerolândia, na BR-116. Além de seis quilos de entorpecentes, material para mistura e embalagem de drogas, cinco pessoas foram capturadas. No endereço funcionava uma oficina mecânica, que servia de fachada para o laboratório. As drogas eram destinadas para os municípios de Quixeramobim e Milhã, no interior do Ceará.

Dos presos, apenas um tem antecedentes criminais. Carlos Jonatas Oliveira Ribeiro, 26, já responde por tráfico de drogas, receptação e porte ilegal de arma de fogo. Daniel da Silva Maia, 33, Laio Renato Santos da Silva, 31, Maria Daniela de Barros Araújo, 20, e Érica Araújo Pinto, 23, não registravam antecedentes criminais.

O diretor da Divisão do Combate ao Tráfico de Drogas do Ceará (DCTD), Pedro Viana, explica que o local foi descoberto a partir de uma denúncia anônima. 

Ele conta que durante a investigação, os policiais monitoraram a compra de um casal na segunda-feira, 10, de três mil pinos plásticos, normalmente utilizados para amostras de perfume, mas também para acondicionar cocaína em pó. De lá, o casal se direcionou para o endereço denunciado. "Dando continuidade à investigação, a equipe [do DCTD] verificou que o grupo criminoso estava reunido na oficina, então decidiu fazer uma abordagem ao local", descreve Pedro.

Foram apreendidos 3,1 quilos de cocaína, 2,9 quilos de maconha, 3,5 quilos de creatina - utilizada para refinamento de cocaína - e 4,5 mil pinos plásticos. Também foram encontradas três balanças de precisão, seis aparelhos celulares, material plástico para embalagem de droga e apetrechos para desdobramento da cocaína.

Segundo o diretor da DCTD, uma das pessoas capturadas afirmou frequentar o laboratório junto com o companheiro há pelo menos seis meses. Os presos foram encaminhados para a sede da DCTD e autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!