Conselho Tutelar: Candidata é ré em ação por corrupção - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Conselho Tutelar: Candidata é ré em ação por corrupção

Foto: Arquivo/CTCE

O Ministério Público acompanha o resultado das eleições para conselheiros tutelares em todo o Ceará. Em Guaraciaba do Norte, 299 km de Fortaleza, a Promotoria de Justiça pediu a impugnação de quatro candidatos eleitos para compor o Conselho Tutelar do município. A promotora Ana Beatriz Pereira afirma que o quarteto violou as regras do pleito, que trata da propaganda e conduta incompatível com o cargo, como uma das candidatas, que é investigada por corrupção pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

Foram eleitos por maioria de votos os seguintes candidatos: Luzia Gomes, Renato Petisco, Gorete Lopes, Marcos Antônio, conhecido como “Marcos do Povão” e Suellen Ferreira. O Ministério Público pede impugnação dos 1º, 3º, 5º e 6º colocados, sendo esta última, a primeira suplente: Geovana Soares.

A candidata que ficou em quinto lugar na votação, Suelen dos Santos Ferreira, é ré em uma ação criminal do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), que trata de crime cometido por associação criminosa para fins de prática de crimes de fraude em licitações, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosas e que, atualmente, tramita na Vara Especial de Crimes Organizados, em Fortaleza. Ela também é citada em uma Ação Civil Pública por improbidade administrativa na Promotoria de Guaraciaba.

Os candidatos “Marcos do Povão” e Luzia Gomes realizaram publicações na rede social Facebook, com pedido de votos, na manhã do dia 6 de outubro, data de realização do pleito e período em que é vedado a publicidade eleitoral de acordo com a legislação. Já a impugnação da candidata Geovana Soares foi requerida em virtude da realização de um evento público em prol de sua eleição, com a presença da candidata no mesmo palanque que o prefeito de Guaraciaba, Antonio Adail Machado, sendo que este possuía um bóton em apoio à candidata. O momento foi flagrado em um vídeo entregue à Promotoria de Justiça pela Comissão Especial que fiscalizou o pleito.

“No vídeo, vê-se, com toda evidência, a prática de abuso de poder político, praticado tanto pelo prefeito municipal, que ostenta em um evento público o bóton da candidata, como também pelo Presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Guaraciaba, pessoa de expressivo poder político, porquanto, detém o comando de um sindicato ruralista com milhares de associados e influencia o eleitorado com sua carga política”, considera Ana Beatriz Pereira.

Fonte: CNews

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!