Oposição em Sobral prepara representação contra vereador preso - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Publicidade

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 10 de agosto de 2019

Oposição em Sobral prepara representação contra vereador preso

Vereadores de Sobral voltaram aos trabalhos na Câmara, na última segunda-feira (5), enquanto a Polícia buscava Romário Araújo Foto: Marcelino Júnior
Após a prisão do vereador de Sobral Romário Araújo (Solidariedade) ontem, parlamentares da oposição preparam uma representação contra ele na Comissão de Ética da Câmara Municipal, que poderá levá-lo à cassação. Acusado de estelionato, Romário foi preso, no Rio Grande do Norte, e deverá ser transferido para Sobral na próxima semana.

O vereador estava foragido desde o último dia 25 de julho, quando teve prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele é acusado de estelionato e crime contra o patrimônio. Entre as denúncias, Romário é investigado por oferecer empregos públicos a um grupo de pessoas em troca de dinheiro.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado do Ceará, pelo menos 36 pessoas prestaram queixa à Polícia contra o vereador. Uma das vítimas afirma que pagou R$ 900 para participar de suposto curso preparatório para o exercício de função na área de fiscalização institucional do Governo do Estado.

O parlamentar já tinha sido afastado do cargo de vereador, também por ordem judicial, e proibido de se ausentar de Sobral sem prévia comunicação escrita. No entanto, vinha descumprindo determinações da Justiça. Desde que a prisão foi decretada, Romário estava foragido.

Ontem, porém, ele foi preso em uma pousada em Natal, no Rio Grande do Norte, após monitoramento do setor de inteligência da Polícia Civil. O delegado municipal de Sobral, Marcio Luiz, diz que o vereador postava fotos nas redes sociais, passeando em Natal, mesmo estando foragido.

"Ele se encontra na Delegacia de Capturas do Rio Grande do Norte, onde vai ser feito o exame de corpo de delito e a gente vai mandar a equipe da Polícia Civil para ser feito o recambiamento para Sobral", detalhou. Segundo o titular da delegacia de Sobral, a transferência de Romário deve acontecer na próxima semana. Marcio Luiz afirma que o vereador ainda tem outro mandado de prisão preventiva aberto contra ele, no estado do Paraná, por dever R$ 40 mil de pensão alimentícia.

Câmara

Enquanto isso, vereadores de oposição preparam uma representação contra Romário na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, que poderá resultar no processo de cassação do mandato dele.

Giuliano Vasconcelos (SD), curiosamente do mesmo partido de Romário, é um dos que querem a cassação do mandato do colega. O problema, diz ele, é que a maioria dos 21 vereadores na Câmara é da base governista do prefeito Ivo Gomes (PDT) e não se sabe como eles vão se posicionar.

"Não temos maioria, somos oito vereadores de oposição. Abrir o Conselho (de Ética) a gente consegue, agora, (para) cassar, tem que ter pressão, porque é uma vergonha isso, o vereador preso e ninguém consegue cassar o mandato dele. As provas são mais do que robustas. Resta saber se os vereadores ao lado do prefeito vão aprovar (um parecer que peça a cassação)".

Em abril, os vereadores rejeitaram uma representação que acusava Araújo de quebra de decoro parlamentar. O requerimento pedia o afastamento dele e a instauração de uma comissão para apurar as informações. O recebimento da denúncia, contudo, foi rejeitado por dez votos contra, oito a favor e duas abstenções. Até o fechamento desta matéria, a defesa do vereador Romário Araújo não havia sido localizada.

Outra manifestação

Além da representação articulada pela oposição, o advogado que protocolou a primeira denúncia contra Romário Araújo no Legislativo, Lintor Torquato, disse ao Diário do Nordeste, em matéria publicada no último domingo (4), que fará nova representação contra o vereador.

Sem se comprometer

Procurado pela reportagem na mesma ocasião, o presidente da Câmara de Sobral, Carlos do Calisto (PDT), ressaltou que Romário está afastado das atividades parlamentares e sem remuneração. "O que a Justiça resolver, vamos acatar", afirmou, sem discutir o futuro do suspeito.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!