Trio envolvido em homicídios é preso pelo DHPP em restaurante com mais de R$ 11 mil - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sábado, 8 de junho de 2019

Trio envolvido em homicídios é preso pelo DHPP em restaurante com mais de R$ 11 mil

Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prendeu três pessoas investigadas pela participação de homicídios ocorridos nos bairros Henrique Jorge e João XXIII, ambos localizados na Área Integrada de Segurança 6 (AIS 6). Os suspeitos também tem relação com o tráfico de drogas na região. As prisões aconteceram, nessa quarta-feira (6), em um restaurante no bairro Panamericano (AIS 6). O grupo estava com mais de R$ 11 mil em espécie. A namorada de um dos suspeitos foi presa no dia seguinte, com crack. Os detalhes da ofensiva policial foram apresentados, em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (7), na sede do DHPP, em Fortaleza.

Em mais uma operação conduzida por equipes da 6ª Delegacia do DHPP, responsáveis por apurar crimes de homicídio e latrocínio que são registrados nos bairros da AIS 6, a Polícia Civil capturou o grupo após a coleta de provas e levantamentos de inteligência do DHPP. As primeiras prisões ocorreram, na tarde dessa quarta, em um restaurante no bairro Panamericano. Com um mandado de prisão temporáriapor homicídio em desfavor de Francisco Iago Nobre Carnaúba (24), o “Mente Santa”, em mão, os policiais localizaram o suspeito no estabelecimento, na companhia de outras duas pessoas: Alisson Alves dos Santos (29), o “Zebrão”, e Taumaturgo Alexandre Silveira de Carvalho (23), o “Tutu”. Durante a abordagem, Iago apresentou um documento falso.

Do lado de fora do restaurante, os policiais civis vistoriaram os carros em que o trio estava e encontraram quase R$ 11,5 mil em espécie em dois veículos. Nenhum dos suspeitos soube explicar a origem do dinheiro. Em sequência, os agentes foram até a residência de Iago, no bairro Maraponga (AIS 9), onde encontraram uma pistola calibre .380, munições, dinheiro e uma balança de precisão. O material estava escondido dentro de um microondas. Conforme as investigações, a arma encontrada foi a mesma utilizada no homicídio que vitimou Jefferson Tharles Torres Reis (16), no último dia 1º de maio, no João XXIII. Detectores de metais e uma quantidade de maconha foram apreendidas na casa.

De acordo com as apurações, além de serem investigados pela morte de Jefferson, há suspeitas de que o trio tenha participado do homicídio que vitimou Jefferson Bruno de Lima Alves (30), em fevereiro de 2019, no bairro Bonsucesso, e de um duplo homicídio e tentativa de homicídio, no bairro Henrique Jorge, em março deste ano. Na ocasião, Antonio Everton Costa Barros (26) e Jefferson Patrício Fernandes Almeida (23) foram mortos. Os fatos também estão em apuração na 6ª Delegacia. O trio também é investigado pelo tráfico de drogas na região.

Todo material apreendido durante a operação, assim como dois veículos foram levados para o DHPP. Com exceção de “Tutu”, os outros dois suspeitos têm passagens pela Polícia. Iago tem antecedente por crime de trânsito e Alisson responde a um desacato. O trio vai responder por tráfico de drogas e por integrar organização criminosa. Iago também vai responder por uso de documento falso e posse irregular de arma de fogo.

Segunda ação

Em decorrência dessas prisões, a 6ª Delegacia manteve as diligências no intuito de capturar outros suspeitos. No fim da tarde de ontem, a namorada de Iago, identificada por Janaina de Almeida Pinheiro (26), sem antecedentes, foi presa em flagrante pela posse de crack. O entorpecente foi encontrado em um imóvel, na Rua Matias de Albuquerque, no bairro Jóquei Clube. Segundo os levantamentos policiais, ela é responsável por guardar a droga a mando do namorado. Ela foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

Denúncias

A Polícia Civil segue investigando os crimes relacionados à atuação do grupo criminoso na AIS 6 e conta com a colaboração da população para repassar informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número (85) 99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.‬‬‬‬

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!