Suspeito de sequestrar e assassinar estudante em Caucaia é morto na guerra de facções - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Suspeito de sequestrar e assassinar estudante em Caucaia é morto na guerra de facções

Acusado da morte do menor, "Baiano" acabou executado nesta quinta-feira
Mais um capítulo da “guerra” de facções criminosas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) foi registrado na noite desta quinta-feira (23). Um jovem apontado como suspeito do seqüestro, tortura, assassinato, destruição e ocultação do corpo de um adolescente na semana passada, foi morto a tiros, supostamente, num “acerto de contas” entre membros das duas quadrilhas.

O crime ocorreu à noite, no bairro Jandaiguaba, onde José Anderson de Moraes dos Santos, 26 anos, o “Baiano”, foi executado com vários tiros disparados por desconhecidos. “Baiano” foi atingido com disparos na cabeça e teve morte imediata. No começo desta semana ele foi preso por policiais da Delegacia Metropolitana de Caucaia, suspeito de ter comando o seqüestro e morte do estudante José Gabriel da Silva Santos, 16, no bairro Itambé I.

O rapaz foi sequestrado quando seguia para a escola. Foi levado a um barraco localizado nas margens do Rio Itambé e torturado, sendo obrigado a dizer em um vídeo que estava “rasgando a camisa” da facção GDE (Guardiões do Estado) e passando para o lado do Comando Vermelho (CV). Logo depois, foi morto a golpes de facção e tiros e o corpo carbonizado. As cenas da tentativa de destruição do cadáver também foram gravadas e postadas em vídeo nas redes sociais.

Mesmo com a confissão do suspeito – gravada em vídeo – a Justiça da Comarca de Caucaia alegou não ter encontrado indícios ou provas suficientes da autoria e determinou a imediata soltura de “Baiano”. Ontem, dois adolescentes (irmãos) se apresentaram, de manhã, na delegacia e confessaram o crime. À noite, “Baiano” foi executado.

Facções em guerra

As mortes de José Anderson e de “Baiano” dão sequência à guerra das duas facções em Caucaia que, nestes primeiros cinco meses de 2019 já totalizaram cerca de 90 assassinatos. Bairros como Itambé I e II, Conjunto Metropolitano (Picuí), São Miguel, Jandaiguaba, Padre Júlio Maria, Parque Leblon, Parque Guadalajara e o Distrito de Jurema são as comunidades mais afetadas pelos constantes confrontos armados (tiroteios) e mortes entre os membros das duas facções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!