Ceará é o sexto estado do país com melhor índice no Ideb para o ensino fundamental - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Conheça a UNIASSELVI – Graduação e pós-graduação presencial e EAD

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Ceará é o sexto estado do país com melhor índice no Ideb para o ensino fundamental

Ceará foi o sexto estado do país e o primeiro da região Nordeste com melhor marca no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referente aos anos iniciais (1º ao 5º) do ensino fundamental de 2017. O estado também superou a meta nos anos finais (6º ao 9º), mas não atingiu a marca exigida para o ensino médio. A pesquisa foi divulgada nesta segunda-feira (3) pelo Ministério da Educação (MEC).

Segundo o levantamento, o Ceará superou a meta do Ideb proposta para 2017 nos cinco anos iniciais em 1,4 ponto. Foi o sexto ano consecutivo em que o estado atingiu a marca exigida pelo MEC.

Além do Ceará, sete estados alcançaram um Ideb maior ou igual a 6,0: Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Goiás e Distrito Federal.

Os estados do Ceará, Alagoas e Piauí apresentaram os maiores crescimentos no período. Especificamente a rede pública do Ceará subiu do nível 2,8, em 2005, para 6,1, em 2017, ritmo de crescimento quase duas vezes superior à média nacional.

Apenas um município cearense não alcançou a meta projetada para os anos iniciais do ensino fundamental. Na região Nordeste, onde há 153 municípios com Ideb igual ou superior a 6,0, 93 estão no Ceará.

Anos finais do ensino fundamental

O país alcançou em 2017 um índice igual a 5,8, considerando as redes pública e privada, superando em 0,3 ponto a meta proposta. Entretanto, se excluída a rede privada do resultado, o Ideb nos anos iniciais é justamente 0,3 ponto inferior.

Não alcançaram a meta: Amapá, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Por outro lado, oito estados alcançaram um Ideb maior ou igual a 6,0.

Nos anos finais, do 6º ao 9º, o estado obteve uma marca de 5,1 pontos no Ideb. Somente oito estados atingiram a meta exigida no período.

Já no ensino médio, o Ceará registrou a marca de 4.1 pontos, marca 0.60 menor que a estipulada no ano. O resultado atingido pelo estado foi 1.4 maior que o obtido em 2016. Contudo, o Ceará não atingiu a meta.

Pequeno avanço

O Ministério da Educação informou que, após três edições consecutivas sem alteração, o Ideb do ensino médio avançou apenas 0,1 ponto em 2017.

Apesar do crescimento observado, o país está distante da meta projetada. De 3,7 em 2015, atingiu 3,8 em 2017. A meta estabelecida para 2017 é de 4,7.

“Foi um crescimento inexpressivo. Estamos muito distantes das metas propostas. É mais uma notícia trágica para o ensino médio do Brasil”, destacou o ministro da Educação, Rossieli Soares.

O Ideb é uma iniciativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para mensurar o desempenho do sistema educacional brasileiro.

O resultado é feito a partir da combinação entre a proficiência obtida pelos estudantes em avaliações externas de larga escala (Saeb) e a taxa de aprovação, indicador que tem influência na eficiência do fluxo escolar. As análises refletem problemas estruturais da educação básica que precisam ser aprimorados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!