Roterdã autorizado a fazer sociedade com Porto do Pecém - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Roterdã autorizado a fazer sociedade com Porto do Pecém

O Porto de Roterdã validou o modelo de participação societária que deve empregar no Cipp SA (nova nomenclatura do Porto do Pecém) e, após reuniões e tratativas pelo Governo do Ceará, o governador Camilo Santana deve assinar o contrato permitindo a parceria. A confirmação foi do secretário Cesar Ribeiro (Desenvolvimento Econômico) e do Cipp SA, que estima a assinatura do contrato de sociedade até novembro deste ano.

"Acho que esta parceria vai gerar um resultado extraordinário para o Estado, dentro da captação de novas indústrias, mais movimentação para o Porto do Pecém. A liderança do nosso governador foi fundamental para esse acerto", declarou Ribeiro, destacando a complexidade do projeto e a importância para a economia local, "assim como a captação do hub do Grupo Air France/KLM e os projetos da Angola Cables para o Ceará".

Na mesma nota que o Cipp SA confirma que "o Porto de Roterdã recebeu autorização do conselho de acionistas para dar seguimento ao negócio", a empresa pondera: "acontecerão ainda outras reuniões e tratativas, e o negócio deve ser concluído até novembro deste ano".

A validação para a participação societária no terminal cearense foi feita por Roterdã ontem (29) e dá prerrogativa à empresa holandesa para da exploração do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), incluindo ainda a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará. "Tudo isso deixa a gente muito feliz, principalmente pelo espírito de liderança do governador no projeto. Este é um momento único para o Ceará, favorável para receber um parceiro dessa envergadura", destaca Cesar Ribeiro.

O interesse do Ceará por Roterdã se deu, principalmente, pelas características semelhantes entre os dois terminais e, principalmente, pela expertise dos holandeses em um hub port. Roterdã, atualmente, é o maior terminal da Europa e é responsável por distribuir a maior parte das cargas internacionais que têm países europeus como destino.

Modelo satisfatório

Mesmo evocando o contrato de confidencialidade como justificativa para não revelar os valores que envolvem a operação, o secretário de Desenvolvimento Econômico afirmou que o modelo de sociedade foi satisfatório para o Ceará. "Ainda não assinamos (o contrato), o que nos impede de passar qualquer informação. Agora, iremos avançar nas tratativas internas e nos próximos passos", afirmou Ribeiro.

Valores

Sobre os valores, informações circularam na internet citando a cifra de R$ 250 milhões, dos quais R$ 80 milhões iriam para o Estado e R$ 170 milhões seriam empregados no próprio Cipp SA. No entanto, Ribeiro e o terminal cearense desqualificaram a informação, afirmando veementemente que a cifra não condiz com o valor verdadeiro acertado entre o Ceará e o porto holandês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!