Polícia prende décimo suspeito de matar 14 pessoas na maior chacina do Ceará; 4 seguem foragidos - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Conheça a UNIASSELVI – Graduação e pós-graduação presencial e EAD

terça-feira, 5 de junho de 2018

Polícia prende décimo suspeito de matar 14 pessoas na maior chacina do Ceará; 4 seguem foragidos

A polícia prendeu nesta segunda-feira (4) a 11ª pessoa suspeita de participar da maior chacina do Ceará, que deixou 14 mortos em clube de forró no Bairro Cajazeiras, em Fortaleza. O homem é apontado pela polícia como um sete executores que atiraram contra as vítimas.

A chacina de Cajazeiras ocorreu nadrugada do dia 27 de janeiro, quando membros de uma facção invadiram o clube Forró do Gago e disparam vários tiros, matando 14 pessoas. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluiu o inquérito e identificou que 14 pessoas participaram do crime. Quatro envolvidos estão com mandados de prisão em aberto e seguem foragidos.

Segundo a polícia, o último criminoso preso estava em uma motocicleta roubada, na companhia de um outro homem, quando foram flagrados por uma composição da Polícia Militar no Bairro Parque Dois Irmãos. A dupla ainda fugiu e atirou contra os policiais. Após uma perseguição, os homens caíram da moto e um deles foi preso com um revólver.

A Polícia Civil informou que o preso é da mesma organização criminosa de um outro homem, preso no dia 25 de maio, suspeito de ser um dos mandantes dos assassinatos.

As investigações da Divisão de Homicídios apontaram que o suspeito é um dos sete criminosos que atiraram contra as pessoas no Forró do Gago. O homem é investigado ainda por envolvimento em outros homicídios e agora se encontra à disposição da Justiça.

Prisões

Subiu para 11 o número de pessoas presas pela polícia suspeitas de participação na chacina. A polícia segue à procura de outros quatro envolvidos. Também foram apreendidos preensões de 7 veículos, 9 armas de fogo, duas granadas, munição e drogas.

De acordo com as investigação, quatro homens são suspeitos de serem os mandantes dos assassinatos. Outros 7 são apontados como executores e dois participaram dos crimes.

Os crimes foram cometidos por disputa entre grupos criminosos rivais, segundo a polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!