Combate a facções criminosas será prioridade, diz superintendente ao tomar posse na PF no Ceará - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Conheça a UNIASSELVI – Graduação e pós-graduação presencial e EAD

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Combate a facções criminosas será prioridade, diz superintendente ao tomar posse na PF no Ceará

A superintendente da Polícia Federal no Ceará, Vanessa Gonçalves, que tomou posse do cargo nesta terça-feira (22), afirmou que a priorizar o combate a facções criminosas. Para atuar contra as organizações criminosas, ela afirma que espera trabalhar em colaboração com a Polícia Civil do Ceará, órgãos de investigação nacional e internacional. Ela é a primeira mulher a ocupar a superintendência da PF no Ceará.

"Vamos trabalhar com afinco especialmente na parte de facções criminosas e ações preventivas. Nosso estado precisa disso. Vamos atuar com colaboração da polícia judiciária do estado e com auxílio das forças de inteligência, inclusive internacional", disse Vanessa.

O número de assassinatos no Ceará cresce a cada ano, em parte devido a crimes de facções de outros estados que passaram a atuar no Ceará. Conforme o titular da Secretaria de Segurança Pública do Ceará, André Costa, mais de 60% dos homicídios no estado são decorrência do confronto entre grupos criminosos rivais.

Em 2017, o Ceará teve um número recorde de violência, com 5.134 assassinatos, conforme número oficial da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social. Os dados da secretaria não contabilizam mortes ocorridas dentro de presídios e pessoas mortas em decorrência de ação policial.

No segundo semestre deste ano, com a aproximação das eleições, o foco da atuação da Polícia Federal será a prevenção de crimes eleitorais, conforme resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

'Grande desafio'

A superintendente da Vanessa Gonçalves reconhece que o combate às facções que atuam no estado é "um grande desafio", mas que é uma atuação necessária da Polícia Federal no Ceará.

"É um grande desafio a presença das facções no nosso estado e no país como um todo, são crimes que às vezes têm repercussão nacional e internacional", comentou Vanessa.

Perfil

Vanessa Gonçalves, de 38 anos, natural do Rio de Janeiro, foi a primeira oficial de ligação da Interpol em Lyon na França. A nomeação da nova superintendente foi publicada na edição de sexta-feira (6) do Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo secretário-executivo do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, Luís Carlos Cazetta.

Além da delegada Vanessa Gonçalves, outra mulher ocupa função de destaque na PF do Ceará, a delegada Josefa Maria Lourenço da Silva, titular da Delegacia de Polícia Federal em Juazeiro do Norte, segunda unidade da PF no Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!